Centenas de pessoas compareceram ao velório e enterro de Matheus Souza Marques, 7 anos, nesta quarta-feira (13), em Corumbá. O clima de tristeza e revolta tomou conta cemitério Santa Cruz e uma parente da criança desmaiou no momento do enterro.

A mãe do pequeno Matheus passou o tempo todo chorando e em visível desespero, sendo amparada pelos familiares. Uma mulher, parente deles, desmaiou no momento do enterro e precisou ser carregada por dois homens até receber atendimento médico.

Família muito abalada (Foto: Alicce Rodrigues, Jornal Midiamax)

O tempo encoberto no céu refletia a tristeza no olhar das pessoas, desesperadas com a situação. Primo de Matheus, o militar Luiz Felipe, 21, falou com o Jornal Midiamax e disse que a família não aceita a morte do pequeno.

Enterro de criança (Foto: Alicce Rodrigues, Jornal Midiamax)

“Não estamos conseguindo aceitar que uma ventania tenha levado a vida de uma criança. Ele era um menino muito alegre e tinha a vida toda pela frente”, contou ele durante o enterro. Luiz Felipe afirma que, assim que o luto passar, a família vai questionar as autoridades sobre as condições da quadra de esporte da escola.

Aluno da 2ª série do ensino fundamental, Matheus era filho único e foi atingido pela estrutura metálica da quadra da escola, justamente durante a aula de educação física que era a preferida dele.

Árvores caídas e túmulos danificados no cemitério

O cemitério Santa Cruz, em Corumbá, foi bastante afetado pelo vendaval que atingiu o município. O local chegou a ser interditado e só abriu nesta quarta-feira (13) para o enterro de Matheus.

O cortejo e o enterro aconteceram ao som das motosserras que cortavam árvores caídas dentro do cemitério. Vários túmulos foram danificados e equipes faziam o levantamento dos danos no local.

Equipes da Prefeitura trabalham desde ontem no cemitério para consertar os estragos provocados pela ventania. Unidade do Ibama de Corumbá também está atuando nas vistorias de áreas mais afetadas, equipes de brigada do Prev-fogo em campo neste momento.

Funcionários trabalham para retirar árvores caídas (Foto: Alicce Rodrigues, Jornal Midiamax)