Durante ao Cemitério Santo Amaro neste sábado (26), moradores de se depararam com o abandono e a depredação de alguns túmulos e até ossadas expostas. A situação causou revolta e, indignados, eles gravaram um vídeo fazendo uma “tour” pelo local e enviaram ao Jornal Midiamax.

“Olha a situação disso aqui. Isso não pode acontecer. Olha aquelas correndo, elas vão cair dentro de uma tumba dessa. Isso aqui é uma pouca vergonha. Pode ser rico ou pobre, é desse jeito, nesse lugar que todos nós vamos parar”, dizem os moradores.

Veja a gravação:

https://www.youtube.com/watch?v=0t-0IZjoo7c&feature=youtu.be
https://www.youtube.com/watch?v=hPIHX8v9kB0&feature=youtu.be

Ao Jornal Midiamax, o morador Ademir Matos de Jesus detalhou os problemas. “Está uma pouca vergonha o Cemitério Santo Amaro. Você entra lá dentro e tá tudo aberto. Tem corpo de jogado no cemitério e tem muita gente ensacado no saco de lixo. Tá abandonado! A pessoa tá jogada no lixo praticamente. A gente morre e é jogado no lixo”, lamente ele.

Cemitério corre para fechar túmulos com ossadas expostas

Após receber a denúncia, a reportagem do Midiamax foi até o cemitério localizado na Avenida Presidente Vargas, na manhã deste domingo (27) e constatou a situação. A sepultura que contava com uma ossada completa exposta havia sido fechada há poucos minutos, e as demais também estavam sendo tampadas.

Túmulos sendo fechados - (Fotos: Adriel Mattos/Midiamax) cemitério ossada
Túmulos sendo fechados – (Fotos: Adriel Mattos/Midiamax)

Funcionários do cemitério, no entanto, explicam que este é um serviço que deve ser providenciado pelos familiares das pessoas enterradas. “A responsabilidade da manutenção é da família. A Prefeitura já cede e a família tem que manter”, afirmam.

O cemitério conta com quatro coveiros e dois pedreiros, que trabalham apenas fazendo sepultamentos. Eles disseram à reportagem que só fecharam os túmulos porque os corpos não podem ficar expostos. “Casos de vandalismo, são dois ou três a cada 15 dias”, contabilizam.

Mais sepulturas tampadas de forma improvisada após denúncia - (Fotos: Adriel Mattos/Midiamax) cemitério ossada
Mais sepulturas tampadas de forma improvisada após denúncia – (Fotos: Adriel Mattos/Midiamax)

Os trabalhadores alertam ainda sobre um homem que fica nos corredores do cemitério e oferece serviços particulares para consertar os túmulos. Segundo os funcionários, esse cidadão furta tampas e coloca em outras sepulturas. Eles também relataram que já foram ameaçados pelo mesmo com um facão.

Reportagem ainda flagrou crânio exposto no Cemitério - (Fotos: Adriel Mattos/Midiamax)
Reportagem ainda flagrou crânio exposto no Cemitério – (Fotos: Adriel Mattos/Midiamax)

Fala Povo: fale com os jornalistas do Midiamax pelo WhatsApp!

O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.