Shelf Cloud: fenômeno cobre o céu de Dourados e flagra impressiona antes de tempestade

Com nuvem assustadora, fotógrafo registra chegada de frente fria na cidade
| 25/03/2022
- 09:28
Shelf Cloud: fenômeno cobre o céu de Dourados e flagra impressiona antes de tempestade
(Foto: Divulgação/Maycon Zanata)

A passagem da nuvem Shelf Cloud, a nuvem prateleira, impressionou moradores de Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (25). Em Dourados, a 223 quilômetros de Campo Grande, o fotógrafo Maycon Zanata, conhecido como ‘Caçador de tempestades’, flagrou o fenômeno durante a madrugada.

Segundo o profissional, não houve registros graves de danos durante o , entretanto, o tamanho e a densidade da nuvem impressionaram. Nas imagens é possível notar que a nuvem longa de forma horizontal estava baixa e acumulada.

“Teve chuva forte e muita descarga elétrica, teve rajada de vento, mas não tão forte para arrancar árvores, embora Dourados seja conhecida por ter [registros] de queda de árvore em quase todos os temporais. Isso pelas 2h de hoje, mas passou, amanheceu só nublado e sereno. Aqui foi mais tranquilo [a passagem de frente fria], mais forte foi no Paraná, com queda de granizo. Vendavais que derrubaram caminhões, estragou plantações”, disse.

Segundo o meteorologista Natálio Abrão, o termo técnico do fenômeno é nuvem cumuloninbus arcus. “Desde a terça-feira (22) estamos informando da chegada desta frente fria. Essa nuvem é muito perigosa e causa muito estrago no chão e na aviação”, alerta.

Confira as imagens:

Frente fria chegando

A sexta-feira (25) amanheceu nublada e com chuva em Campo Grande. O Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) alerta para a chegada de uma frente fria, especialmente na região sul e sudeste de Mato Grosso do Sul. Neste fim de semana, a mínima será de 14°C, com previsão de chuva acompanhada de granizo.

O monitoramento aponta que as chuvas podem vir com acumulados significativos, logo, as temperaturas estarão mais amenas. A frente fria vem da Argentina, passando por várias cidades do MS e provocando chuvas generalizadas a partir de hoje.

A probabilidade é de chuvas com intensidade de moderada a localmente forte, tempestades acompanhadas com raios, rajadas de vento e queda de granizo. “Os modelos de previsão analisados pela equipe do , indicam maiores acumulados de chuva entre esta sexta-feira e o sábado com volumes significativos, que, pontualmente, podem atingir valores acima de 50 mm/24h”, informa.

Já no domingo (27), a chuva não deve dar trégua, o tempo deve continuar instável, e há probabilidade para chuvas de intensidade de fraca a moderada, podendo ocorrer tempestades acompanhadas de raios, principalmente nas regiões centro-norte e nordeste, pela combinação de calor e umidade.

As chuvas e a maior cobertura de nuvens irão provocar uma redução nas temperaturas mínimas e máximas. A tendência apontada pelo Cemtec é que ao longo do final de semana as temperaturas registrem médias entre 19/29ºC para a região pantaneira, 22/33ºC, 14/28ºC para a região sudoeste e na capital entre 21/28ºC.

Veja também

Índice de baixa umidade deve variar entre 30% e 20% ao longo do dia, segundo o Instituto

Últimas notícias