Saiba como denunciar vendas e aluguéis de casas populares em Campo Grande

Em residencial de Campo Grande foram identificados 30 casos de irregularidades
| 06/07/2022
- 15:12
Saiba como denunciar vendas e aluguéis de casas populares em Campo Grande
Foto: Divulgação

Em meio às denúncias e investigações de irregularidades em apartamentos populares de Campo Grande, a  (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários) informou como os moradores podem denunciar casos suspeitos de vendas e aluguéis.

Conforme explicou que as denúncias têm que conter as informações necessárias para serem verificadas pela agência, como número do apartamento e bloco. As denúncias podem ser feitas no telefone (67) 3314-3900.

A Amhasf é responsável pela das moradias, mas quem apura e avalia as punições para quem vende ou arrenda os apartamentos populares, é a Caixa Econômica Federal. Se identificado irregularidade, é possível que o morador possa sofrer prejuízos, processo judicial e até mesmo a perda do bem adquirido.

30 apartamentos com irregularidades

A agência identificou, neste ano, 30 casos de venda e alugueis em outro residencial popular de Campo Grande. Segundo diretor de atendimento, administração e finanças da Amhasf, Cláudio Marques Costa Junior, em um 'pente-fino', foram identificadas as irregularidades no residencial Rui Pimentel I e II, entregue em 2019.

“Nas denúncias sobre o residencial Jardim Canguru não identificamos nenhuma irregularidade. Mas fizemos um pente-fino no Rui Pimentel, com 240 apartamentos, e foram identificados 30 irregularidades. Entre venda de apartamentos e aluguéis”, disse.

Marques explica que o papel da agência é fiscalizar, mas quanto às providências sobre os flagrantes quem toma é a Caixa Econômica Federal. “Encaminhamos um ofício para a Caixa dos últimos levantamentos que realizamos, para que possam dar um posicionamento das providências”, explicou.

Veja também

Morador enviou vídeo de um grande vazamento na calçada do cruzamento da Rua das Balsas...

Últimas notícias