Projeto deve montar tendas nos bairros para ouvir reivindicações das comunidades em Campo Grande

Ao todo, o projeto visa atender 74 bairros da Capital
| 15/02/2022
- 16:35
O projeto foi lançado na manhã desta terça-feira (15).
O projeto foi lançado na manhã desta terça-feira (15). - Marcos Ermínio/ Midiamax

Com a intenção de ‘encurtar’ a comunidade do Poder Público, a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Suasc (Subsecretaria Municipal de Articulação Social e Assuntos Comunitários), lançou nesta terça-feira (15), o Reviva Mais Comunitário.

Com tendas montadas e vários bairros de Capital, equipes da Subsecretaria pretende ouvir e registrar as demandas da população e em seguida, encaminhar os pedidos das comunidades aos órgãos competentes.

“A cada 15 dias estaremos em um bairro de Campo Grande. Desde quando essa subsecretaria começou, mesmo com pouca estrutura, realizamos mais sete mil atendimentos em dez meses. Em 2022 a meta é conseguir atender 51.042 pessoas”, disse subsecretário Chiquinho Teles.

Ainda de acordo com Telles, o primeiro bairro a ter a tenda montada será o Jardim Noroeste, no próximo dia 8 de março. No dia 15 do mesmo mês a visita será no Jardim Bom Retiro.

“Vamos divulgar para antecipadamente para que a população faça a sua reivindicação sobre o que precisa melhorar no bairro que mora. Ao todo serão 74 bairros contemplados em 2022”, disse Telles

O de Campo de Campo Grande Marquinhos Trad, PDS, disse que o Reviva Comunitário vai funcionar como uma ‘ponte’ entre a comunidade e os órgãos competentes.

“Vai diminuir a distância de quem precisa com o Municipal. Não importa como a pessoa vai chegar, se vai ser de BMW ou ônibus, se tem ou não tatuagem, os servidores precisam olhar a pessoa que vai receber atendimento como ser humano”, disse.

Veja também

Últimas notícias