Funcionária de um supermercado de Campo Grande, uma mulher de 30 anos procurou a polícia no fim da manhã desta quarta-feira (2) após ser importunada sexualmente durante expediente de trabalhado. Aos investigadores, a vítima contou que o suspeito é ex-funcionário da mesma empresa. 

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, por volta das 9h o criminoso chegou ao local como cliente e se ofereceu para comprar um chocolate para a trabalhadora. Logo na sequência, disse que em troca gostaria de tocá-la do lado de fora do supermercado. 

A vítima conta que reagiu com indignação, no entanto, foi puxada pelo braço e teve as partes íntimas tocadas sem consentimento. Após o episódio, o homem se afastou e seguiu na direção de outro corredor.

Não satisfeito, minutos depois o ex-funcionário se aproximou novamente e mais uma vez ofereceu um chocolate para a mulher. Na sequência, ainda questionou se a vítima queria dinheiro para ser tocada. 

Revoltada, a funcionária do mercado empurrou o suspeito e disse que não era garota de programa.

O gerente e chefe de segurança da loja foram chamados, mas o rapaz conseguiu fugir do supermercado. Imagens de câmeras de segurança comprovaram o abuso e serão entregues à polícia.

O caso foi registrado como importunação sexual na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro e será investigado pela Polícia Civil.