Para usuários, aumento da tarifa de ônibus em Campo Grande não condiz com a qualidade do serviço

A passagem passou de R$ 4,20 para R$ 4,40 a partir desta segunda-feira (17)
| 17/01/2022
- 13:08
Para usuários, aumento da tarifa de ônibus em Campo Grande não condiz com a qualidade do serviço
(Foto: Gabriel Neves)

Os usuários do transporte público em Campo Grande não estão nada contentes com o aumento da tarifa de ônibus que passou a vigorar nesta segunda-feira (17).  A passagem passou de R$ 4,20 para R$ 4,40. Segundo relatos de pessoas entrevistadas pelo no Centro da Capital, o valor seria injusto, pois destoa da qualidade do serviço oferecido.

O autônomo Leandro acha que o valor da tarifa já era alto, principalmente para pessoas como ele que não possuem o benefício da gratuidade. “Gasto mais de R$ 200 por mês e o pior não é nem saber que está pagando, é saber que o transporte continua ruim, tem ponto que é só pedaço de pau, as pessoas se molham. Fora os atrasos”, reclama.

Tayane Rodrigues, de 30 anos, recebe o passe de onde trabalha, mas mesmo assim se solidariza com quem desembolsa o valor da passagem. “Pra mim não afeta tanto, mas pra quem paga é um absurdo, por conta dos ônibus atrasados e cheios”.

Yara Oliveira, de 32 anos, vai ao trabalho algumas vezes de moto e outras de ônibus. “Já quase não estou sentindo diferença nos valores, de tão caro que está”.

Outro usuário que reclamou muito da qualidade do serviço prestado foi Emanuel Pistório, de 43 anos. “Pelo transporte que a gente recebe eu acho que está muito alto esse valor (R$ 4,40), principalmente pela qualidade, pelo conforto e também o tempo que a gente espera. Se tivesse o aumento e a gente percebesse uma melhora tudo bem, mas está piorando”.

Mais detalhes

De acordo com a portaria da (Agência Municipal de Regulação dos Serviços), linhas executivas, conhecidas como os 'fresquinhos', vão para R$ 5,40. Nos Dias do Trabalho, das Mães, dos Pais, aniversário de Campo Grande, Finados, e Ano Novo, a tarifa ficará em R$ 1,75, 40% de desconto.

Ainda conforme a nova portaria, o troco máximo estipulado para as linhas executivas, terminais de ônibus e estação Peg-Fácil será de R$ 20 e a tarifa especial de R$ 1,75 será exclusiva para pagamento em cartão eletrônico recarregável.

Veja também

Após ter fechado o pregão da última sexta-feira (20) com queda de 0,98%, o dólar...

Últimas notícias