Com jogo de retorno do Brasil na Copa do Mundo marcado para as 12h desta segunda-feira (28), o campo-grandense que conseguiu uma folguinha corre contra o tempo para chegar em casa e não perder nenhum minuto da partida. Próximo ao horário do jogo, o trânsito, transporte coletivo e ruas do Centro lotaram de torcedores afoitos para concentrar a atenção em frente à televisão.

Funcionário de uma gráfica na região do Centro, Gabriel Davi Pereira, de 20 anos, teve a sorte de ser liberado mais cedo e, por volta das 11h, já esperava o ônibus para ir ver a partida com a família, no Bairro Manoel Taveira. 

“Estou indo embora correndo para assistir o jogo em casa com minha família. Estou bem esperançoso para o resultado”, comentou. Já trajado nas cores verde e amarelo, o torcedor aposta no placar 3 a 0 para o Brasil. 

Foto: Henrique Arakaki / Midiamax

Quem também estava otimista era o estudante Eduardo Gouveia, de 17 anos. Depois de uma manhã de estudos, ele esperava ônibus com expectativa de chegar em casa alguns minutos antes do início do jogo. 

Analítico, o adolescente ainda contextualizou a partida de hoje com ares de quem entende do assunto. “O Brasil nunca venceu a Suíça na história da Copa, mas nossa defesa está muito boa. Estamos sem o Neymar, mas mesmo sem ele podemos ter um desempenho melhor que o oponente. Esse ano acho que a gente consegue vencer e quebrar esse tabu”, avaliou. 

Entre as ruas da cidade, vai e vem de moradores, trânsito cheio e ônibus lotados de quem conseguiu uma folguinha na troca de expediente para assistir à volta da Seleção aos gramados do Catar. 

“Eu estava resolvendo umas coisas no Centro e estou indo embora mais cedo para assistir com minha família. Minha expectativa é de que o Brasil vença de 3 a 0”, comentou o estudante Glauber Espinosa, de 18 anos, que também estava com a camiseta nas cores do País. 

A seleção Brasileira entra em campo contra a Suíça, a partir das 12h, pelo segundo jogo da primeira rodada da Copa do Mundo. A partida acontece no Estádio 974, em Doha, no Catar.