MS terá 5 mil bolsas do Prouni no primeiro semestre de 2022

Opções da oferta de bolsas já podem ser consultadas na página do Prouni
| 02/02/2022
- 23:04
MS terá 5 mil bolsas do Prouni no primeiro semestre de 2022
Foto: Divulgação

Neste primeiro semestre de 2022, o Prouni (Programa para Todos) disponibilizará 5.035 bolsas em Mato Grosso do Sul. O período de inscrições para essa edição do Prouni será de 22 a 25 de fevereiro.

O MEC (Ministério da Educação) divulgou que esta etapa bateu recorde e é o maior número de bolsas a serem ofertadas no Brasil desde a primeira edição do programa, em 2005. Nacionalmente serão ofertadas 273.001 bolsas, sendo 181.036 bolsas integrais e 91.965 parciais, que cobrem 50% da mensalidade do curso.

Em MS são 4.067 integrais e 968 parciais. O MEC publicou na página do Prouni todas as informações sobre as bolsas disponíveis nessa edição histórica para que os interessados em disputar mais essa oportunidade de ingressar no ensino superior possam consultar, com antecedência, as melhores opções, de acordo com o interesse de cada estudante. Na consulta, a busca pode ser feita por tipo de bolsa (integral e parcial), modalidade (presencial e a distância), curso, turno, instituição e localidade do campus.

Ao todo são 19.584 cursos com oferta de bolsas do Prouni, em 1085 instituições privadas de ensino superior, em todos os estados e no Distrito Federal.

Requisitos

O Prouni é um programa de acesso ao ensino superior que oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições particulares de ensino superior. O público-alvo do programa é o estudante que ainda não tem ensino superior.

A novidade é que, de acordo com a Medida Provisória 1.075/2021, já a partir da edição do primeiro semestre de 2022, há uma exceção para a exigência de se destinar somente para quem ainda não tem diploma de ensino superior. Mas a exceção, que visa fortalecer a valorização do magistério, é somente para quem é ou pretende ser professor e, portanto, queira se inscrever em cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia, que são destinados à formação do magistério da educação básica.

Portanto, mesmo aqueles que já tenham diploma poderão concorrer a uma bolsa de estudo do Prouni, desde que os cursos escolhidos por eles sejam de licenciatura e em complemento do bacharelado, sendo concomitante a ele ou não.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

O candidato também precisa ter feito a edição mais recente do e ter alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na redação ou ter participado do Enem na condição de treineiro.

Para participar dessa edição do Prouni é preciso, ainda, atender a pelo menos uma das seguintes condições: ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola da rede privada, desde que na condição de bolsista integral da respectiva instituição. Esta condição é válida tanto para quem cursou todo o ensino médio em escola privada, como para quem teve apenas uma parte dos estudos realizados em escola privada, sendo a outra parte em escola pública.

As demais condições são: ser pessoa com deficiência; ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrar o quadro de pessoal permanente de instituição pública. Para quem comprova ser professor da rede pública não é aplicado o limite de renda exigido aos demais candidatos.

Cronograma

As inscrições são de 22 a 25 de fevereiro e o resultado dos pré-selecionados será divulgado no dia 2 de março (1ª chamada) e 21 de março (2ª chamada). A comprovação das informações da inscrição acontecem em 3 e 14 de março (1ª chamada) e 21 e 29 de março ( 2ª chamada). 

Lista de espera:

  • 4 e 5 de abril (manifestar interesse em participar)
  • 7 de abril (divulgação dos pré-selecionados em lista de espera)
  • 8 a 13 de abril (comprovação das informações dos pré-selecionados em lista de espera).

Veja também

Ministério da Saúde e SES liberaram ampliação da vacina da gripe, mas Capital segue com grupos prioritários neste sábado

Últimas notícias