Moradores pressionam e síndica renuncia a cargo em condomínio 'polêmico' no Aero Rancho

Foram colhidos cerca de 70 assinaturas com o objetivo de depor a gestora do cargo
| 22/01/2022
- 18:25
Condomínio residencial CH07 no Aero Rancho
Condomínio residencial CH07 no Aero Rancho - (Foto: Ranziel Oliveira / Jornal Midiamax)

Após uma série de denúncias, que iam da má administração à omissão, moradores do condomínio CH7, no Aero Rancho, comemoraram nessa sexta-feira (21) a renúncia da atual síndica.

Uma moradora do condomínio – que por medo de represálias preferiu não se identificar – explicou o desenrolar da situação. “Depois da matéria [publicada pelo ], nós procuramos informações para fazer o abaixo-assinado. Fomos até a sede da empresa que administrava o condomínio, conseguimos fazer um edital e convocar uma assembleia que seria realizada neste domingo (23), para tirar ela do cargo”, explicou a moradora.

[Colocar ALT]
(Foto: Moradores do condomínio / Arquivo Pessoal)

Após a formalização do documento, a adesão dos moradores ratificou a insatisfação popular com a atual gestão. “Colhemos cerca de 70 assinaturas, os moradores viera até nos para tirar ela”, explicou.

Outra moradora do condômino, de 38 anos, explicou o contexto que finalizou o impasse com a antiga administradora dos prédios. “Depois de tudo aquilo, a síndica encerrou o contrato com a administradora. Ela ia contratar outra, sem aprovação do conselho ou moradores. Ela marcou uma assembleia pra esta sexta (21) para formalizar o novo contrato, mas a própria empresa desmarcou depois de ouvir o outro lado da história”, disse a moradora.

Por fim, o impasse foi encerrado com a renúncia da ex síndica, e o triunfo da democracia.  “Nos colhemos a assinatura de mais de ¼ dos moradores e estava tudo organizado para a votação no domingo, que tiraria ela do cargo. Mas ela saiu antes, e entregou a carta de renúncia nesta sexta”, explicou.

Para a nova fase condomínio, a moradora enxerga a esperança de dias melhores. “A gente espera realmente uma mudança, poder morar em um lugar digno. Ter limpeza, segurança e ordem, moramos em um condomínio, as pessoas tem que entender que existem regras”, finalizou.

O Jornal Midiamax solicitou o posicionamento da ex síndica, mas a antiga gestora preferiu não se manifestar. O espaço segue aberto para esclarecimento.

Entenda o caso

No começo do mês, O jornal Midiamax visitou os moradores do Condomínio Residencial CH07, na avenida Vereador Thyrson de Almeida, no bairro Aero Rancho. Eles estavam inconformados com a pichação, vandalismo, falta de manutenção, uso de drogas em plena luz do dia e o descaso da gestão.

“O condomínio está abandonado: lixeira, parquinho, mato em todo lado. A síndica não faz nada", traz denúncia de um morador do residencial que, assim como os demais, não terá o nome revelado. Segundo o morador, a síndica teria contratado uma prestadora de serviços, mas a qualidade estaria deixando a desejar. "Existe um abaixo-assinado que 60 moradores assinaram para retirar essa empresa, mas a síndica parece que é contra os moradores e não faz questão de trocar”, traz um relato.

Outra moradora do CH07, de 36 anos, afirma que convier com crianças no local está insustentável, pois o uso de drogas em plena luz do dia é comum, do lado do parquinho infantil.

“Nós avisamos ela, vários moradores já falaram. Aqui o pessoal senta e fuma maconha em volta das crianças. Mas a alegação é que ela não pode fazer nada, pois são parentes ou amigos dos moradores”, disse a mãe, indignada.

Veja também

Professores da UFMS decidiu por entrar em greve na quarta-feira

Últimas notícias