Item especial chama atenção de 'apaixonados' e faz movimento aumentar em floriculturas para o Dia dos Namorados

Casais apaixonados devem movimentar R$ 227 milhões no comércio
| 12/06/2022
- 07:33
dia dos namorados apaixonados
(Foto: Leonardo de França/Jornal Midiamax)

Um item diferente tem feito a cabeça dos 'apaixonados de plantão' e ajudado a aumentar o movimento nas floriculturas de Campo Grande para o Dia dos Namorados, comemorado no domingo (12).

As caixas personalizadas têm sido alvo de procura dos enamorados como presente para os amados na data comemorativa. As caixinhas, de vários tamanhos, geralmente são preenchidas com chocolates e quitutes e enfeitadas com fitas e flores.

"Os clientes podem escrever mensagens, escolher as cores da caixa ou os itens que vão compor a box personalizada. Acho que sai bastante porque as pessoas podem escolher e deixar mais com a cara delas. É um presente único", explica a gerente de uma floricultura no Centro da Capital, Eva Amaral.

dia dos namorados apaixonados
(Foto: Leonardo de França/Jornal Midiamax)

As caixas personalizadas podem ser encontradas com a partir de R$ 150. Porém, há também os apaixonados que preferem não sair dos clássicos, como o buquê de flores e a cesta de café da manhã.

Em outra floricultura na área central, é possível encontrar buquê de flores a partir de R$ 95 e cestas a partir de R$ 200, com itens do café da manhã brasileiro para começar bem o Dia dos Namorados.

Apaixonados devem movimentar R$ 227 milhões

O Dia dos Namorados deve movimentar R$ 227 milhões no comércio de Mato Grosso do Sul neste ano, de acordo com de intenção de consumo e comemorações do IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS) e do Sebrae-MS (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Com presentes, o montante que será injetado é de R$ 135,33 milhões (45,40%). O gasto médio dos casais apaixonados será de R$ 200,67. A região com mais disposição para gastar é Corumbá/Ladário, cujo valor médio do presente deve chegar a R$ 215,61.

Entre os que vão comprar, as opções mais apontadas foram: artigos do vestuário (29%); perfumes/cosméticos (28%); flores/cesta café/chocolates (14%); e bolsas e acessórios (8%). As lojas físicas são a preferência dos entrevistados (80%).

Veja também

As nomeações foram publicadas no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul

Últimas notícias