Investigação de depressão em gestantes e puérperas poderá ser obrigatória em MS

A proposta está protocolada na Assembleia Legislativa de MS
| 11/02/2022
- 22:12
Se for identificado sinais de depressão
Se for identificado sinais de depressão, a família será comunicada. - Foto: Reprodução | Freepik.

Gestantes e puérperas de poderão passar por questionário que investiga depressão perinatal. A medida é imposta pelo projeto de lei nº 19/2022, protocolado na Alems ( de Mato Grosso do Sul).

Segundo o texto, a aplicação do questionário seria realizada nas unidades de saúde públicas e privadas do Estado. As questões serão aplicadas “à gestante durante o pré-natal, na data da alta hospitalar e nos retornos pós-parto, pelo médico ou enfermeiro responsável pelo atendimento”.

Caso sejam identificados sinais de depressão, depressão pós-parto ou psicose puerperal, a paciente deverá ser encaminhada para acompanhamento psicológico. Além disso, os familiares deverão ser comunicados sobre a situação.

Na justificativa, é destacado que “uma pessoa deprimida raramente procura ajuda de modo voluntário, tampouco, a recém - mãe, que precisa lidar com as mudanças decorrentes de sua nova posição e que tem seu estado mental doente facilmente confundido com a adaptação”.

Por isso, a deputada Mara Caseiro (PSDB) propôs o projeto de lei, protocolado na Alems e em tramitação. A proposta ainda deve ser pautada e votada pelos deputados estaduais.

Veja também

Divulgação resulta pontuação e município de optação da vaga

Últimas notícias