Frente de obras conclui 60% do recapeamento da rua Rui Barbosa  

Recapeamento do cruzamento com a Avenida Fábio Zahran está programado para esta terça-feira (14)
| 14/06/2022
- 14:06
Frente de obras conclui 60% do recapeamento da rua Rui Barbosa  
Frente de obras, ilustrativa (Foto: Divulgação / Prefeitura de Campo Grande)

Nesta semana as obras de revitalização da rua Rui Barbosa estão com frentes de serviço de drenagem, fresagem, remendos e recapeamento. A via que tem 7,3 km de extensão está com asfalto novo em 4,2 km, o que corresponde a 60% do trajeto.

No lote 2, trecho do viaduto da (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), onde 2,4 km dos 4 km estão prontos, o serviço passou a Avenida Eduardo Elias Zahran e está entre as ruas José Luiz Pereira e da Liberdade.

Nesta terça-feira (14), está programado o recapeamento do cruzamento com a Avenida Fábio Zahran. Também começa a implantação dos últimos 50 metros de drenagem previstos para a quadra entre as ruas Jornalista Belizário Lima e Luiz Ceciliano. Em todo o lote 2 foram programados 1,6 km de tubulação para captar e escoar a enxurrada que desce das ruas transversais até o Córrego Prosa, na Avenida Fernando Correa da Costa.

Também estão em andamento os serviços das obras de revitalização do lote 1 da Rui Barbosa, entre as Avenidas Fernando Correa e Rachid Neder. Nesta semana, foram iniciadas intervenções em dois cruzamentos na área central: entre a Rua 15 de Novembro e a Avenida Afonso Pena, está sendo feita fresagem (retirada do asfalto antigo) e remendos.

No cruzamento com a Avenida Afonso Pena está sendo refeita a base antes de aplicar a nova capa asfáltica. Neste lote, o recapeamento está pronto entre a Avenida Fernando Correa Costa e da até a Avenida Rachid Neder, somando 1,8 km, o que corresponde a 60% dos 3 km do trajeto. Os 2,4 km de drenagem previstos estão prontos, incluindo o ramal que capta enxurrada da Rua Pedro Celestino pela Travessa Pepe Simioli.

O projeto

A revitalização da Rui Barbosa abrange os 7,3 km de extensão da via, inclui a implantação do corredor do transporte coletivo entre a Rua Chile e a Avenida Mato Grosso, com 5 estações de embarque que serão tecnológicas. O usuário poderá acessar o itinerário pelo celular, com QR-code, e observará na prática como funciona a iluminação inteligente. Quando alguém entrar no ponto de ônibus, a iluminação ficará mais forte.

Os cruzamentos da Região Central contarão com mais câmeras de monitoramento. Com tecnologia que permite um longo alcance e reconhecimento facial, as câmeras serão interligadas às centrais da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e da Guarda Civil Metropolitana. Dessa maneira, a população terá mais um aliado na garantia de maior segurança na região.

Veja também

Trechos serão liberados entre terça e quarta

Últimas notícias