Facilidade para perder peso e 'café com Whey', alunos adotam táticas para manter treinos no frio em Campo Grande

Profissionais da área explicam que o clima frio facilita a perda de gordura e o aumento da resistência dos músculos
| 11/06/2022
- 12:42
academia
Frequência dos alunos pode cair em até 50% nos dias frios (Foto: Leonardo de França / Jornal Midiamax)

Fugir dos treinos da academia em dias frios é um fenômeno comum para diversas pessoas. Mas em um estabelecimento da Avenida Três Barras, em Campo Grande, as estratégias para manter a frequência dos alunos vão desde o incentivo teórico do melhor rendimento dos treinos e a facilidade para perder peso, até o planejamento de um café da manhã com Whey para os que vencem a luta para sair da cama.

Para a profissional de educação física, Lucimara Louveira Figueiredo, de 47 anos, a estratégia é demonstrar que o clima frio deixa a queima de gordura mais fácil. “No frio o seu corpo gasta mais energia. O clima elava o seu metabolismo e aumenta a queima de gordura, fazendo você emagrecer mais rápido. Seu corpo também demora mais tempo para aquecer, o que prolonga o tempo de treino e rendimento”, disse ela.

Para o acadêmico de educação física Luiz Felipe de Assis, de 31 anos, a saída para manter os alunos incentivados é reforçar a teoria. “Na faculdade a gente aprende que no frio o músculo ganha mais resistência do que no calor. Nós conversamos com eles sobre isso. Alguns acham que no frio o treino não tem muito rendimento porque o calor que ajudaria a queimar gordura. O que não é verdade, o que faz diferença é o treino”, detalhou.

academia
Khezia Machado Fernades é proprietária de uma academia na avenida Três Barras (Foto: Leonardo de / Jornal Midiamax)

Para a proprietária Khezia Machado Fernades, de 44 anos, a estratégia para manter os alunos é trabalhar aluno por aluno e trazer novidades para o ambiente. “A gente muda os treinos, e os professores têm uma relação mais próxima com os alunos, eles entram em contato por telefone com aqueles que estão mais afastados. E nas próximas semanas voltaremos com o café da manhã com Whey Protein e frutas”, disse ela.

Naturalmente, a demanda nas academias cai no período do frio, mas não representa perda de alunos. “A gente não perde alunos, o que cai é a frequência em torno de 50%”, disse ela.

Mantendo o foco

No caso da servidora pública Danielly Cruz da Silva, de 31 anos, a motivação para vencer a preguiça no clima frio já está dentro dela. “É a vontade de ficar bem e manter o corpo, treinar faz bem. Dá muita preguiça, mas vem aquela coisa: se eu não for hoje vou ficar com a sensação de que algo está faltando”.

academia
No frio, músculos do corpo ganham mais resistência do que no calor (Foto: Leonardo de França / Jornal Midiamax)

Treinando de segunda a sexta-feira na mesma academia há 4 anos, o advogado Flávio Nantes, de 41 anos, explica que a vontade de evoluir e a qualidade de vida superam qualquer queda de temperatura. “Pela qualidade de vida, você se sente melhor fazendo atividade física e cuida da sua saúde. Ver o progresso do corpo te motiva a sempre estar melhorando”, disse ele.

Nova frente fria

A maior onda de frio do ano chega ao Mato Grosso do Sul e promete derrubar, ainda mais, as temperaturas neste fim de semana. Há possibilidade dos termômetros marcarem -1ºC em cidades da região Sul e a Defesa Civil Nacional emitiu alerta de frio intenso para o Estado.

Conforme a previsão do Clima Tempo, a de ar polar trará uma nova temporada de baixas temperaturas no Centro-Sul do Brasil. Além disso, antes das temperaturas caírem, a previsão é que chuvas devem acontecer, impedindo que o calor volte.

A queda na temperatura acontece antes do início do inverno no país, às 6h14 do dia 21 de junho, se estendendo até às 22h04 do dia 22 de setembro, quando começa a primavera.

Veja também

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PSDB) informou nas redes sociais em relação ao falecimento de...

Últimas notícias