Apesar das reclamações e do protesto realizado por estudantes da (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) em relação aos preços das refeições no RU (Restaurante Universitário), que sofreu reajuste e pode chegar a R$ 15,00 em alguns casos, o cadastro dos estudantes em situação de vulnerabilidade, que devem pagar R$ 3,00, continua aberto. O RU abre dia 4 de abril.

Os alunos vulneráveis, que possuem renda per capita de até 1,5 salário mínimo, o que os tornam elegíveis ao CadÚnico do Governo Federal, devem fazer o cadastro no formulário-RU disponível no seguinte link: https://proaes.ufms.br/acesso-ao-ru/.

Para os acadêmicos que não se enquadram como vulneráveis, não é necessário fazer o formulário, mas podem fazer as refeições no RU-CG pagando o cheio, ou seja, de R$ 15,00.

De acordo com o perfil do estudante da UFMS, 83,7% dos alunos de , Aquidauana, e possuem renda per capita de até 1,5 salário mínimo, o que os tornam elegíveis ao CadÚnico do Governo Federal e possibilitará o acesso subsidiado aos restaurantes universitários, com valor de almoço ou de R$ 3,00.