Estado já soltou 32 milhões mosquitos da dengue modificados em Campo Grande

O mosquito com Wolbachi é utilizado para combater os casos de dengue, zika e chikunguny
| 28/04/2022
- 17:27
mosquito da dengue
Imagem ilustrativa - (Foto: Divulgação/PMCG)

Desde o início do programa, o Governo de Mato Grosso do Sul já disseminou 32 milhões de mosquitos da dengue com o Wolbachia em 33 bairros de Campo Grande. O possui a missão de reduzir os casos de dengue, zika e chikungunya.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Flávio Britto, o objetivo agora é expandir a iniciativa para outras cidades do Estado que também sofrem com estes casos.

Quando concluídas as quatro primeiras fases do projeto, que consistem na distribuição do mosquito nos bairros, e o monitoramento dos resultados, terá início a quinta fase com o engajamento comunitário, envolvendo 21 bairros, principalmente da região central.

As liberações da Fase 5 estão previstas para serem iniciadas no final de junho, começo de julho de 2022. Em Campo Grande, a é finalizar o projeto até fevereiro de 2023, com monitoramento e entrega de resultados ocorrendo até janeiro de 2024.

Veja também

Foram arrecadados 7,2 toneladas de alimentos e 2 toneladas de frango

Últimas notícias