Comerciantes de Dourados esperam faturar R$ 34 milhões com o Dia das Mães

Lojistas estão animados com projeções pós-pandemia
| 06/05/2022
- 07:29
Comerciantes de Dourados esperam faturar R$ 34 milhões com o Dia das Mães
Data é comparável ao Natal e deve atrair consumidores (Foto: Marcos Morandi)

Prejudicados pelos efeitos da pandemia do coronavírus nos dois últimos anos, os comerciantes de Dourados, maior cidade do interior de , projetam faturamento que pode passar de R$ 34 milhões até o próximo domingo (8), quando se comemora o Dia das Mães.

Segundo projeções da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e do Estado de Mato Grosso do Sul) e também da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), o movimento já supera outros períodos e deve ficar ainda melhor.

“Estamos animados com o Dia da Mães. É uma data que tem um apelo muito forte e com certeza marca um novo momento, após as dificuldades que enfrentamos. Ela só é comparável ao Natal e esse ano reúne todas as condições para apresentar bons resultados”, explica o presidente da Aced, Nilson dos Santos à reportagem do Midiamax.

Segundo ele, os comerciantes locais se prepararam com antecedência para oferecer bons produtos e serviços para a população e isso deve refletir nas vendas. “O período de amargura e enclausuramento ficou para trás e já estamos colhendo bons resultados. Penso que devemos passar de 62% em relação ao ano anterior, principalmente”, projeta o presidente da Aced.

A animação de Nilson é respaldada por um levantamento da Fecomércio, que mediu as intenções de consumo e de comemorações dos residentes de Mato Grosso do Sul no Dia das Mães em 2022. Realizada em parceria com o Sebrae, a pesquisa aplicou 1.819 questionários entre 1º e 11 de abril de 2022, nas cidades de Dourados, Campo Grande, Corumbá, Ladário, Bonito, Coxim, Três Lagoas e Ponta Porã, com nível de confiança de 95%. 

Dourados aparece com destaque nas pretensões de gastos médios com comemorações (R$ 191,85) — 87,90 % dos douradenses entrevistados disseram que vão comemorar, com projeção de movimentação total que pode chegar a R$ 19.895.522,00. Já 74,20% dos douradenses que responderam afirmaram que vão às compras com média de gastos de R$ 161,53.

Segundo a Fecomércio, este ano, “apesar do contexto econômico atual a população está mais propensa a gastar, tem mais pessoas querendo comprar e comemorar”. Em todo o Estado o comércio pode movimentar R$ 341,10 milhões, um salto de 60% maior que ano passado, que ainda estava sob forte efeito da pandemia.

Veja também

Últimas notícias