Com lançamento em Campo Grande, nova CNH começa a ser emitida nesta quarta

Tire suas dúvidas sobre a nova CNH e o que muda em relação ao modelo anterior
| 01/06/2022
- 06:55
Com lançamento em Campo Grande, nova CNH começa a ser emitida nesta quarta
Novo modelo da CNH começa a ser emitido em todo o Brasil (Foto: Reprodução)

Em vigor em todo o Brasil a partir desta quarta-feira (1º), a nova CNH (Carteira Nacional de Habilitação) será lançada em Campo Grande. Confira detalhes sobre o novo modelo e o que muda em relação ao anterior.

lançamento nacional da nova CNH acontece em Campo Grande, no Bioparque Pantanal, com presença do secretário nacional de Trânsito, Frederico Carneiro.

A principal mudança do documento está nos elementos gráficos com códigos internacionais de que dificultam as falsificações. A tecnologia é a mesma usada nos passaportes.

O documento, nomeado de verde e amarelo, segue a resolução número 886 do Contra (Conselho Nacional de Trânsito), que foi definida no final de 2021 e será expedida tanto por meio físico como na versão digital. Ainda como a versão anterior, o documento mantém os dados biográficos e a foto do condutor.

novacnh - Com lançamento em Campo Grande, nova CNH começa a ser emitida nesta quarta

Novos elementos gráficos da CNH

As principais mudanças são visuais, na parte inferior da CNH, onde constava os campos de observações, assinatura do portador, local e data de emissão, dará lugar a figura com tabela de veículo para identificação da categoria que o condutor possui.

Na parte de cima o documento terá uma mudança no layout, campo da assinatura do portador ficará logo abaixo da foto do motorista. A padronização internacional acrescenta na CNH os códigos utilizados conforme o território de emissão.

Antes, a CNH tinha tonalidade de verde-escuro, agora, adota tons de verde, amarelo, preto e cinza. Outra modernidade será a emissão com tintas fluorescentes, anti-scanner e com reação a luz UV. Segundo o Contran as mudanças facilitam a identificação de documentos falsificados e novos dispositivos de segurança para impedir fraudes.

A emissão será impressa no mesmo papel atual, cheia de detalhes, como por exemplo o fundo estampado com a bandeira do Brasil, numeração tipográfica fluorescente com reação UV, desenhos geométricos positivos incorporados, tinta opticamente variável e fios estilizados.

Curiosidades do novo modelo da CNH

A inclusão do nome social na CNH poderá ser feita somente para quem tem o nome social na carteira de identidade, pois as informações são provenientes do banco de dados gerais, que no MS é executado pela Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública).

Vale lembrar que esses dados são apresentados logo no início do processo de tirar a habilitação.

Principais dúvidas sobre a nova CNH

A minha CNH está válida, preciso mudar?

De acordo com o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), quem possui carteira de habilitação válida não precisa emitir um novo documento até a próxima data de vencimento da sua CNH.

Mas quem quiser ter a nova versão da CNH pode emitir uma segunda via ao custo de R$ 165,61. Confira aqui o passo a passo para emissão da segunda via. https://www.detran.ms.gov.br/segunda-via/

A validade da CNH vai mudar?

Não. A nova versão do documento permanece com a mesma validade da CNH atual. Para condutores de até 49 anos o documento só expira após 10 anos, para quem tem entre 50 e 69 anos são 5 anos de validade e condutores com 70 anos ou mais precisam renovar o documento a cada 3 anos.

O limite de pontos será alterado na nova CNH?

Não. O limite de pontos, conforme o (Conselho Nacional de Trânsito), permanece o mesmo. Limite de 20 pontos: é o mesmo do atual se o condutor tiver duas ou mais infrações gravíssimas. Limite de 30 pontos: O motorista pode ter apenas uma infração gravíssima. Limite de 40 pontos: O motorista só pode chegar nesta pontuação se não houver nenhuma infração gravíssima.

Os valores para emissão da nova CNH são os mesmos?

Sim. Segundo o Denatran, não há mudança nos valores praticados na nova versão do documento. Atualmente, em Mato Grosso do Sul, a primeira habilitação categoria AB custa R$ 501,15. A renovação da CNH sai a R$ 203,66 e a emissão da PID (Permissão Internacional para Dirigir) custa R$ 216,20. Confira mais detalhes sobre os valores aqui.

Veja também

Com medo de perder clientes, alguns motoristas devem manter o preço, mas admitem que estão no “limite” com alta nos combustíveis

Últimas notícias