Com filho de 5 anos para criar, homem sobrevive de venda de picolés e faz apelo: 'Está muito difícil comprar comida'

Renan Ferreira oferece serviços de entrega de picolés em Campo Grande
| 04/03/2022
- 18:37
Renan Ferreira Rodrigues tem 27 anos.
Renan Ferreira Rodrigues tem 27 anos. - Divulgação/Leitor Midiamax

Renan Ferreira Rodrigues, de 27 anos, mora no bairro e cria seu filho de 5 anos de idade sozinho. Com seu carrinho de picolés, o homem pretende sobreviver e sustentar a criança, mas as vendas não estão dando conta de suprir as necessidades, conforme relatado ao .

De acordo com Renan, a ideia do carrinho de picolés surgiu da necessidade de criar seu filho, que foi abandonado na maternidade. "Eu que convivo com ele sem nenhum apoio, a não ser dos meus pais, que ficam com ele nos dias em que eu saio para a rua [para trabalhar]", aponta. 

Renan Ferreira aponta que mora em uma casa com seus pais, um irmão e seu filho, e a renda da família é de R$ 800. "Não temos quase como manter". 

Segundo Renan, as vendas do carrinho de picolés ainda não conseguem suprir as necessidades da família, pois foi concedido por consignado e parte do dinheiro das vendas deve ser direcionada para quitar o carrinho. "Contas atrasadas e muita dificuldade de comprar alimentos", descreve.

Para ajudar Renan, entre em contato pelo telefone (67) 98461-9712 e faça uma doação ou adquira um de seus produtos. 

187704242 4854564894638722 909636454854700624 n - Com filho de 5 anos para criar, homem sobrevive de venda de picolés e faz apelo: 'Está muito difícil comprar comida'

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as informações ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Veja também

Energisa chegou a ser acionada, mas afirma que não pode fazer os reparos por defeito de responsabilidade dos moradores

Últimas notícias