A Prefeitura de Corumbá –a 419 km de Campo Grande– e o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) colocaram em operação uma força-tarefa visando a conclusão do Censo Demográfico de 2022. Assim, a intenção é fechar os trabalhos diante de dificuldades que vão de imóveis fechados à recusa da população e atender aos censitários.

O prefeito Marcelo Iunes (Podemos) autorizou servidores das Secretarias Municipais de Assistência Social e Cidadania, Saúde, Educação e da Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil a auxiliarem nos trabalhos.

Já o IBGE colocou seus 34 recenseadores e 8 supervisores nas ruas para concluir o Censo Demográfico. Agentes de Saúde e de Endemias da prefeitura vão acompanhar os recenseadores.

Até 17 de novembro, o IBGE visitou 41.014 domicílios. Até então, 82.147 pessoas haviam sido recenseadas, com 25.295 questionários aplicados.

Censo Demográfico esbarra em problemas em Corumbá

Entre os problemas encontrados pelos recenseadores estão domicílios vagos (foram 5.712 até 17 de novembro) e de uso ocasional (2.398), ausências de moradores (1.672) e recusas em atender aos recenseadores (627).

Estimativa do IBGE aponta que Corumbá tem 112.669 habitantes. O último Censo Demográfico, de 2010, identificou 103.703 moradores.

Assim, a força-tarefa colocou à disposição da população três números telefônicos. Por eles, quem não respondeu ao Censo Demográfico pode entrarem em contato para agendar a visita do recenseador: (67) 98129-2211, (67) 98129-1226 e (67) 98129-2292.