Grupo de aprovados no concurso para a Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande estiveram, nesta quarta-feira (15), na Prefeitura de Campo Grande, para solicitar informações sobre o adiamento das próximas fases do concurso. Eles foram recebidos pelo secretário Municipal de Gestão, Agenor Mattiello. 

Na última sexta-feira (10), foi publicada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), a alteração nas datas dos eventos relacionados ao Curso de Formação Técnico-Profissional (6ª fase), porém não houve definição de novas datas. De acordo com o cronograma inicial, a previsão era de aula inaugural no dia 24 de junho. 

Em vídeo enviado ao Jornal Midiamax, pelos aprovados, é possível ver que o secretário de gestão ligou para um representante da Selecon, banca organizadora do certame. O representante justificou que o adiamento acontece, pois muitos candidatos, que não foram aprovados, entraram com ações judiciais. Isso poderia alterar a lista de convocados ou paralisar o curso de formação, caso fosse iniciado sem a resolução das decisões judiciais.

Durante a ligação, o secretário municipal de Gestão questiona ao representante da banca se é possível que o curso tenha início ainda no mês de julho. A resposta foi de que a banca vai tentar acelerar o processo para que o adiamento seja de no máximo um mês, ou seja, que o curso de formação seja iniciado em 24 de julho. 

O Jornal Midiamax encaminhou e-mail à Prefeitura de Campo Grande solicitando informações sobre a reunião entre o secretário municipal e os aprovados, além de detalhes sobre o novo cronograma e aguarda resposta.

Adiamento do concurso da Guarda Municipal

O concurso da Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande terá alteração nas datas dos eventos relacionados ao Curso de Formação Técnico-Profissional (6ª fase).  A mudança ocorrerá para adequação da nova grade curricular, com base na nova regulamentação do Ministério da Justiça e Segurança Pública que estabelece o currículo obrigatório da disciplina de armamento e tiro dos cursos de formação das guardas municipais. 

Conforme a prefeitura, a Sesdes (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social) alterou para 760 h/a o curso de formação do certame da Guarda Civil Metropolitana. A mudança nacional foi na disciplina de Armamento e Tiro.

O edital divulgado em 2020 previa carga horária e conteúdos curriculares de acordo com a grade curricular do Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), com 576 horas aula, de segunda a sexta-feira, com 7h diárias de curso.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp da redação, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.