Após flagrante em casa cheia de fezes e coró, mutirão vai à praça conscientizar donos de animais

CCZ diz que felinos estavam em situação de crueldade e reforçam a campanha do Abril Laranja
| 29/04/2022
- 09:37
perícia
Imóvel passou por perícia. Foto: Montagem/Jornal Midiamax

Foi justamente nos últimos dias da campanha do Abril Laranja, que é de conscientização e prevenção contra a crueldade animal, que a polícia e demais órgãos envolvidos tiveram a pior surpresa: em uma casa, na Vila Planalto, região central de Campo Grande, com animais em situação deplorável, contendo fezes em todos os ambientes, odor fétido e até coró dentro da geladeira do imóvel. 

Dois dias após o resgate dos 17 gatos, feito em parceria com o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), foi organizado um nesta sexta-feira (29), na Praça Ary Coelho, até as 11h. 

Participam o CCZ, a Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista), Procon (Órgão de Defesa do Consumidor) e o CRMV-MS (Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul). 

AnyConv.com policia sesau imovel 1 - Após flagrante em casa cheia de fezes e coró, mutirão vai à praça conscientizar donos de animais
Equipes durante flagrante em imóvel na Vila Planalto. Foto: Marcos Ermínio/Divulgação

Presa em flagrante alegou não ter tempo para limpar o imóvel

Em depoimento, após ser presa na última quarta-feira (27) em uma residência imprópria para habitação, a cuidadora de idosos disse que não tinha tempo de limpar a casa, já que trabalhava muito.

A mulher ainda revelou que havia ganhado dois gatos, e não sabia os sexos dos animais, sendo que passaram a procriar rápido demais e ela acabou perdendo o controle. Ela também contou que tentou castrar os animais no CCZ, mas sem sucesso, e que nas clínicas particulares o orçamento era alto demais.

Ela ainda falou que trabalha como cuidadora de idosos e diarista e muitas vezes sai de um trabalho direito para o outro e só consegue retornar para sua casa a cada 10/15 dias. Dessa forma, fica sem tempo de fazer a limpeza da residência, que aluga por R$ 500.

A mulher reconheceu que havia muita sujeira na casa e disse que iria melhorar a situação do local. Há aproximadamente seis meses a mulher não dorme na casa, deixando os gatos à mercê.

AnyConv.com gatos apreensao 1 - Após flagrante em casa cheia de fezes e coró, mutirão vai à praça conscientizar donos de animais
Animais foram resgatados nesta quarta-feira (27). Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax

Veja também

Últimas notícias