Presa por manter 17 gatos em casa cheia de fezes e coró disse 'não ter tempo' para limpar o local

A cuidadora de idosos falou que tentou castrar os animais no CCZ, mas não conseguiu agendamento
| 28/04/2022
- 08:47
Presa por manter 17 gatos em casa cheia de fezes e coró disse 'não ter tempo' para limpar o local
Imóvel foi periciado na quarta-feira (27), em Campo Grande. Foto: Montagem/Jornal Midiamax

Em depoimento, após ser presa nessa quarta-feira (27), em Campo Grande, depois de manter 17 gatos em uma residência imprópria para habitação, a cuidadora de idosos disse que não tinha tempo de limpar a casa, já que trabalhava muito.

A mulher ainda revelou que havia ganhado dois gatos, e não sabia os sexos dos animais, sendo que em seguida os animais procriaram rápido demais e ela acabou perdendo o controle. Ela contou que tentou castrar os animais no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), mas sem sucesso, e que nas clínicas particulares o orçamento era alto demais.

Ela ainda falou que trabalha como cuidadora de idosos e diarista e muitas vezes sai de um trabalho direito para o outro e só consegue retornar para sua casa a cada 10/15 dias, e que fica sem tempo de fazer a limpeza da residência, que aluga por R$ 500. 

A mulher reconheceu que havia muita na casa e disse que iria melhorar a situação do local. Há aproximadamente seis meses a mulher não dorme na casa, deixando os gatos à mercê.

Antes desta operação envolvendo o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), perícia criminal e a (Delegacia Especializada de Repressão à Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista), a idosa, que alugava a casa para a mulher, disse que houve seis vistorias na casa. “Os vizinhos começaram a denunciar, a falar do cheiro forte e do ambiente sujo e eu vinha avisando a moradora que ia dar problema”, finalizou. 

Veja também

Motorista ultrapassou semáforo vermelho e atingiu outro carro na esquina com a Rui Barbosa

Últimas notícias