Amhasf abre inscrição para sorteio de 32 lotes no Paulo Coelho Machado e Lagoa Dourados

Sorteio da Amhasf está marcado para o dia 25 de agosto
| 15/07/2022
- 11:29
amhasf
Interessados devem se inscrever pelo site ou direto na sede da Amhasf (Foto: Divulgação)

A Amhasf (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários) abriu, nesta sexta-feira (15), para moradores interessados no sorteio de 32 lotes de Campo Grande. As unidades estão divididas entre 22 no Jardim Lagoa Dourada e 10 no Paulo Coelho. Os terrenos variam de 230 m² a 315 m², sendo avaliados entre R$ 48 mil e a R$ 66 mil.

Segundo a agência, as inscrições podem ser feitas no endereço www.campogrande.ms.gov.br/amhasf até o dia 2 de agosto. O sorteio está programado para o dia 25 de agosto durante a 7ª edição do Habita Campo Grande.

Os interessados devem se cadastrar ou atualizar os seus dados no site da agência ou dirigindo-se a Amhasf que vai atender ao público de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 17 h, sem intervalo para o almoço.

Os futuros moradores têm prazo de pagar as prestações em 300 meses, 30 anos, financiado pelo município. O valor da parcela não pode ser inferior a 10% do salário mínimo vigente à época da assinatura do contrato.

Serão sorteados inicialmente 22 lotes no Jardim Lagoa Dourada, região urbana do Bandeira. Os terrenos variam de 230 m² a 315 m², sendo avaliados entre R$ 48 mil e a R$ 66 mil.  Os demais 10 lotes são no Jardim Paulo Coelho Machado, Região Urbana do Anhandui. Tem 200 metros quadrados, avaliados R$ 49 mil.

Quem for sorteado não poderá vender o lote no prazo de 5 anos contados da data de assinatura do contrato de compra e venda. O mesmo deverá construir e iniciar moradia no local onde for sorteado em no máximo 12 meses após a data de assinatura do contrato de financiamento do lote. É proibida a construção de barracos com utilização de material reciclado ou outros que venham gerar riscos para a população.

amhasf
Lotes do sorteio da Amhasf são avaliados entre R$ 48 a R$ 66 mil.

Quem não pode participar do sorteio da Amhasf?

De acordo com a Polhis (Política de Habitação de Interesse Social de Campo Grande) fica proibida a participação de interessados que não sejam brasileiros natos ou naturalizados; tenham renda mensal acima de três salários mínimos; Já tem ou tiveram imóveis financiados pelo (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) ou em condições equivalentes ao SFH (Sistema Financeiro de Habitação), em qualquer localidade do Brasil.

Também ficam impedidos quem já foi beneficiado em programas habitacionais de interesse social, com registro no CADMUT (Cadastro Nacional de Mutuários); estão condição de invasores de áreas públicas, ou mesmo tenham ocupado área pública no período de 2 anos antes da data dos sorteios.

Veja também

Entre as possíveis causas alegadas pela Secretaria de Saúde de Corumbá, está a Covid. Já a família diz que foi negligência.

Últimas notícias