Água Clara celebra nesta terça-feira 68 anos de emancipação política

Fundado entre a estrada de ferro, município tem economia marcada na pecuária e plantio de soja e conta com indústria de celulose
| 08/02/2022
- 14:42
Praça Central de Água Clara
Praça Central de Água Clara - Foto: Prefeitura Municipal de Água Clara | Divulgação

Localizada a 204 quilômetros de Campo Grande, o município de Água Clara celebra, nesta terça-feira (8), 68 anos de sua emancipação política. Conhecida por ser a Capital Nacional da Genética Avícola — título reconhecido em 2014 — o município tem população estimada em aproximadamente 15 mil habitantes, considerando a sede e dois distritos, Alto Sucuriú e Bela Alvorada.

Comandado pela prefeita Gerolina da Silva Alves (PSD), o município foi formalmente fundado em 11 de dezembro de 1953, com sua emancipação política marcada em 8 de fevereiro de 1954. A ocupação das terras, no entanto, é bem mais antigo e data, pelo menos, de 1913, quando um povoado, chamado de Rio Verde, se forma na região, a partir da chegada dos trilhos da NOB (Noroeste do Brasil).

Basicamente, construtores fixaram morada por ali e, nos anos seguintes, Rio Verde teria a economia baseada no fornecimento dos insumos para expansão da malha ferroviária. Tanto é que, em 1932, o crescimento do povoado fez com que o povoado fosse alçada ao status de distrito de Três Lagoas, tendo seu nome alterado para Água Clara, nome que permanece até esta data.

O título de Capital Avícola é atribuído ao município devido à atividade marcante na localidade: Água Clara é responsável por 22,6% da produção de aves avós do Brasil. A economia agropecuária, de fato, é marcante no município: dados de 2019 fornecidos pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Familiar) apontam que Água Clara produziu 8,3 mil toneladas de , em 2,7 mil hectares, naquele ano — seguido por 225 toneladas de mandioca, em 15 hectares. Entre os principais rebanhos, destacam-se 452 mil cabeças de gado, conforme a Semagro. Em 2020, o município foi responsável por arrecadar cerca de 28 milhões apenas em ICMS.

Já no setor industrial, o município tinha até 2020 duas fábricas do ramo de celulose, duas de roupas íntimas, 14 construtoras e 2 empresas de construção de rodovias e ferrovias. O lazer da cidade inclui, além de bares e restaurantes, atrativos naturais, desde o Rio Barra Mansa ao Rio Verde, de onde surgiu o primeiro nome da cidade, no século passado. O acesso até a cidade partindo de Campo Grande é pela BR-262, sentido Três Lagoas.

Veja também

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 9,4% em abril deste ano, o menor...

Últimas notícias