Administrativos iniciam greve nesta quinta e escolas podem ficar sem merenda em Campo Grande

Escola chegou a pedir para que pais enviassem merendas para seus filhos, mas alegou não ser necessário posteriormente
| 30/03/2022
- 17:03
escolas municipais
Imagem ilustrativa - (Foto: Henrique Arakaki/Midiamax)

Sem diálogo com o executivo municipal, os servidores administrativos que atuam na Reme (Rede Municipal de Educação) de Campo Grande iniciam greve nesta quinta-feira (31). Com isso, serviços de merenda e de limpeza devem ser afetados.

De acordo com o Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), essa quarta-feira (30) era a data limite para que a Prefeitura Municipal apresentasse proposta ou iniciasse algum tipo de conversa com a categoria. Vale lembrar que uma passeata foi realizada na última sexta-feira (25), data em que a categoria realizou paralisação.

A situação já repercute entre pais, alunos e professores. Uma Municipal chegou a publicar um bilhete pedindo para que os pais e responsáveis providenciassem merendas para os alunos, pois a mesma não seria disponibilizada. Horas depois, o bilhete foi deletado e um novo comunicado foi enviado pedindo para que o anterior fosse desconsiderado porque a escola teria organizado a situação.

Bilhete sobre alunos ficarem sem merenda
Bilhete foi enviado nesta tarde. (Foto: Fala povo)

Segundo o presidente do Sisem, (PDT),  a categoria pede auxílio-alimentação de R$ 500, o pagamento de insalubridade para os agentes de saúde, plano de carreira para os cargos da SAS, reposição na inflação e autorização no curso da pró-educação para 600 funcionários do administrativo que atuam na educação.

Uma nova passeata será realizada na manhã desta quinta. Segundo Tabosa, a reunião ocorrerá às 9h na Praça do Rádio e então os manifestantes seguirão até o paço municipal, onde a categoria pretender realizar um acampamento.

Veja também

Por conta do trabalho e isolamento, família recebeu ‘pedacinho’ da horta em casa

Últimas notícias