Surto nas aldeias: 23% dos pacientes internados por covid são indígenas em MS

“É um número maior de indígenas internados do que [tivemos] em todo o processo da pandemia”, alertou o secretário de saúde
| 12/11/2021
- 15:26
Casos tem sido registrados dentro de aldeias indígenas; um homem morreu e caso é investigado.
A Saúde pediu a revacinação dos indígenas aldeados em MS. - Chico Ribeiro/Governo de MS

A disseminação do coronavírus nas aldeias continua a preocupar autoridades em Mato Grosso do Sul. Os casos têm se espalhado cada vez mais nas comunidades, levando indígenas a desenvolver casos graves de covid ou até a morte. De 60 pacientes internados em todo o Estado, 23% são indígenas. A Saúde pediu a revacinação dos indígenas aldeados em MS. 

O secretário comentou sobre a situação na live da SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta manhã. No boletim epidemiológico desta sexta (12), são 60 pacientes internados de covid em clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A macrorregião de Dourados tem o maior percentual de ocupação, com 70% dos leitos ocupados. 

“Hoje temos 60 internados em Mato Grosso do Sul, destes 13 são indígenas. Significa que 23% das pessoas internadas são indígenas, significa que os surtos [de covid] que acontecem em Dourados, Caarapó, Japorã, Paranhos e Tacuru já estão tendo desdobramentos”, disse o secretário de saúde. 

Geraldo Resende ainda citou que é o recorde de indígenas internados com coronavírus no Estado. “É um número maior de indígenas internados do que [tivemos] em todo o processo da pandemia, que se iniciou em março do ano passado”. 

Saúde pede 3ª dose para indígenas

Com casos de coronavírus se multiplicando dentro das aldeias de Mato Grosso do Sul, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) se reuniu com o Ministério da Saúde, na terça-feira (9), para pedir a revacinação da população indígena. Nas últimas semanas, aldeias de diversos municípios registraram surtos da doença e escolas indígenas tiveram aulas suspensas. 

A reunião contou com a presença da secretária extraordinária de enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Leite. A SES tem defendido a dose de reforço para toda a população indígena aldeada, com o objetivo de conter os surtos nas comunidades. Já foram confirmados surtos em diversos municípios. A preocupação é que os casos se espalhem em todas as aldeias do Estado. 

Veja também

Além da eventual reparação na esfera trabalhista, o réu foi denunciado pelo MPMS pelo crime de calúnia

Últimas notícias