O fim de semana do Dia dos Pais chegou e, apesar de 60% da população geral de Mato Grosso do Sul já ter sido imunizada com ao menos uma dose, ainda é preciso ter muito cuidado com reuniões familiares. A SES (Secretaria de Estado de Saúde) aponta que a variante Delta já pode estar presente e pediu cautela na data comemorativa. 

Durante a live nesta sexta-feira (6), a secretária adjunta da SES, Crhistinne Maymone, comentou que a variante Delta já pode estar circulando em Mato Grosso do Sul. Essa é uma preocupação para as autoridades, considerando que estados que fazem divisa, como Paraná, São Paulo e Goiás, já registraram casos da nova cepa. 

“A pandemia continua existindo, não só em Mato Grosso do Sul, como no mundo. Estamos atentos aos movimentos que vêm acontecendo. Uma das preocupações é a variante Delta, vários estados que fazem divisa já apresentam casos. Não temos a comprovação da variante, mas é possível que já esteja entre nós”, reforçou. 

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, a SES já enviou mais de 500 amostras de casos suspeitos de variante Delta para análise. Até o momento, nenhum caso foi confirmado. “Não temos dados efetivos, mas estamos aguardando resultados da nossa vigilância genômica”, comentou.

É importante ressaltar que a vacina contra o coronavírus protege contra a forma grave e mortes pela doença, mas não impede a infecção. Por isso, as reuniões familiares e aglomerações no Dia dos Pais podem oferecer um perigo. Maymone pediu que as pessoas se cuidem neste fim de semana. “Podemos nos prevenir com uso de máscara, álcool em gel e distanciamento. Principalmente, evitar aglomerações”. 

Além disso, a secretária recomendou que as pessoas busquem ser criativas neste Dia dos Pais, levando familiares para tomar a segunda dose da vacina. Maymone sugeriu até que as pessoas levem tios e pais para a fila da vacinação. “Neste Dia dos Pais, seja diferente, seja criativo, esteja com a gente. Lembre-se do uso de máscaras e segunda dose para o esquema vacinal estar completo. Vamos resolver isso, quanto mais vacina, maior a chance de prevenção da doença”.

Preocupação com variante delta e lockdown na divisa

A SES tem demonstrado preocupação com a variante Delta, principalmente nas cidades que fazem divisa com outros estados. A nova cepa começa a cercar MS e já está presente nos estados vizinhos, como Goiás, São Paulo e Paraná. 

O secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, tem reforçado que, mesmo com o avanço da vacinação, o coronavírus continua presente em Mato Grosso do Sul. “A preocupação maior é porque nos estados vizinhos já existe a variante delta, em São Paulo, Goiás e no Paraná. Temos aí um percentual expressivo de casos novos em cidades perto das fronteiras com esses estados”, ressaltou durante live no dia 23 de julho. 

Além disso, o município de Chapadão do Sul, que faz divisa com Goiás, chegou a determinar lockdown por um período de quatro dias. No documento, até mesmo os supermercados deveriam fechar as portas.