Em 2019 ele passou a integrar a equipe conselheiros do sindicato aeroagrícola, reeleito este ano para mandato até 2023. Sua entrada na diretoria do Sindag ocorreu dentro da proposta de enriquecer o trabalho de qualificação permanente e aproximação da entidade com a sociedade, além de aumentar sua representatividade. Ações com as quais ele contribuiu imensamente.

Com uma trajetória de décadas no setor, sua partida precoce deixa enlutados uma legião de amigos e admiradores, além da esposa Marli e dos filhos Gustavo e Luana – a quem especialmente dirigimos nosso abraço e o mais profundo carinho.

O sepultamento será em /MS. O local e horário ainda estão sendo definidos”. 

 

Saiba Mais