Inflação em Campo Grande dispara com alta no preço da gasolina em novembro, segundo IBGE

IPCA para o mês foi de 1,47% na Capital, a maior entre as capitais do país
| 10/12/2021
- 15:00
Litro da gasolina tem alta de até R$ 0
Gasolina foi a vilã da inflação em novembro - Leonardo de França / Midiamax / Arquivo

Campo Grande teve inflação de 1,47% no mês de novembro, a maior alta do ano e a maior variação entre as capitais do país. Os dados do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) foram divulgados nesta sexta-feira (10) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No acumulado do ano, a Capital sul-mato-grossense soma 10,4% de inflação, a 3ª maior do país, atrás apenas de (12,16%) e Vitória (10,69%). Em 12 meses, a inflação chega a 12,07% em Campo Grande.

O vilão do mês foi a mais uma vez, que teve alta de 8,89% em novembro, o 7º aumento consecutivo do mês.

Os itens de vestuário tiveram alta de 2,2% e também contribuíram para a alta da inflação em Campo Grande em novembro, assim como alimentos, que subiram cerca de 0,58% no mês.

No grupo de alimentos, as maiores altas foram dos seguintes itens: cebola (47,43%), açúcar cristal (7,69%) e frutas (6,50%).

Veja também

Custos com a tonelada saltaram de R$ 1.800 para R$ 5.400 em apenas quatro meses, onerando a vida dos produtores rurais

Últimas notícias