Cotidiano

Governo de MS lança programa para reduzir mortalidade materna e infantil

Municípios do Estado vão intensificar consultas do pré-natal, fazer a estratificação de risco gestacional e manter acompanhamento diferenciado da gestante de alto risco

Renata Volpe Publicado em 19/11/2021, às 07h32

Programa quer combater mortalidade infantil em MS
Programa quer combater mortalidade infantil em MS - Divulgação

O programa "Bem Nascer Mato Grosso do Sul", que vai trabalhar para reduzir a mortalidade materna e infantil, será lançado nesta sexta-feira (19), a partir das 9h, em Campo Grande, pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e a primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja.

Só em 2021, conforme o SIM (Sistema de Informação de Mortalidade), 45 óbitos maternos foram registrados no Estado. Já a taxa de mortalidade infantil está em 11,02 por 1.000 nascidos vivos.

Estruturado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), o programa terá adesão dos 79 municípios do Estado, que vão intensificar as consultas do pré-natal, fazer a estratificação de risco gestacional e manter acompanhamento diferenciado da gestante de alto risco, em especial, as obesas e hipertensas.

O evento será no auditório da Governadoria e vai contar com a participação do secretário da SES, Geraldo Resende, da adjunta da secretaria, Christinne Maymone, e do presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) e prefeito de Nioaque, Valdir Couto Junior.

Jornal Midiamax