Cotidiano

Estado de saúde de Jennifer é estável e ela pode deixar o CTI nos próximos dias, diz família

Jennifer estava com o namorado Tiago, quando sofreu acidente na BR-060, em Paraíso das Águas

Renata Volpe Publicado em 20/11/2021, às 14h53

Jennifer pousou para foto no Espírito Santo, um dos estados visitados pelo casal de mochileiros
Jennifer pousou para foto no Espírito Santo, um dos estados visitados pelo casal de mochileiros - Reprodução, Facebook

O estado de saúde da jovem Jennifer dos Santos, de 19 anos, é considerado estável e ela deve deixar o CTI (Centro de Terapia Intensiva) nos próximos dias. Jennifer sofreu acidente de moto com o namorado Tiago Escarcell Bohrer, de 32 anos, que morreu na última sexta-feira (19).

A família é de Pelotas, no Rio Grande do Sul, mas veio a Campo Grande acompanhar a jovem, internada na Santa Casa, desde o dia 16. O irmão de Jennifer gravou um áudio, encaminhado ao Jornal Midiamax pela mãe, Angélica Pereira.

Jennifer está evoluindo bem com o tratamento. “O quadro está bom, evoluindo ao tratamento, tem expectativa de conseguir ir para o quarto amanhã (21)”.

Ainda segundo as informações da família, os médicos conseguiram diminuir as doses de remédio para pressão. “O organismo está respondendo bem aos antibióticos que está recebendo, está estável e a evolução é boa”.

De acordo com a assessoria da Santa Casa de Campo Grande, a jovem segue no CTI consciente, orientada, respiração espontânea, sonda para eliminação da urina e em uso de medicações.

Acidente

Tiago morreu na manhã da última sexta-feira (19), depois de três dias internado, após sofrer um acidente na rodovia BR-060, em Paraíso das Águas. 

Ele e a namorada percorreram o Brasil em um mochilão, em cima de uma moto Honda Titan. Mato Grosso do Sul seria o último Estado a ser visitado pelo casal, antes de retornar para Pelotas. 

Porém, na tarde do dia 16, por volta das 15h, o motociclista Clovis Zolet, de 63 anos, estava numa moto BMW junto com um comboio de motos, quando tentou fazer uma ultrapassagem em local proibido, no km-97 e bateu de frente no veículo em que o casal estava.

Com a batida, o casal foi arremessado às margens da rodovia e Tiago teve a perna amputada no local com a colisão. Jennifer teve fraturas pelo corpo, sendo os dois socorridos em estado grave para uma unidade de saúde e depois levados para a Santa Casa de Campo Grande em vaga zero. 

Clovis acabou atropelado pelo último eixo da carreta que tentava ultrapassar e morreu no local.

Jornal Midiamax