Cotidiano

Dourados elege novos nomes para o Conselho Municipal da Juventude no sábado

Para ter direito ao voto é preciso ter idade entre 16 e 30 anos e participar de movimento estudantil ou entidades

Marcos Morandi Publicado em 21/07/2021, às 08h12

Eleição estava marcada para o dia 26 de junho, mas teve que ser adiada
Eleição estava marcada para o dia 26 de junho, mas teve que ser adiada - Divulgação

A escolha para os novos membros do CMJ (Conselho Municipal da Juventude) de Dourados para o mandato 2021/2023 será realizada neste sábado (24), das 8h às 15h. A votação será presencial na Casa dos Conselhos, que fica na rua João Rosa Góes, nº 395, no Centro.

De acordo com o município, podem participar do processo eleitoral as pessoas com idade entre 16 e 30 anos, que façam parte de algum desses movimentos ou entidades: Movimento Estudantil (Ensino Médio e Superior); Entidades religiosas; Entidades e clubes de serviço e Movimentos culturais e desportivos.

No ato da votação, é obrigatória a apresentação de um documento com foto para votar. A apuração dos votos acontece logo após o encerramento da votação, das 15h às 17h.

Em nota oficial divulgada, o presidente do CMJ, Franklin Schmalz da Rosa, informou que "o processo eleitoral para escolha da nova gestão do Conselho não pôde ser realizado no dia 26 de junho de 2021 diante de uma invasão de usuários mal-intencionados na videoconferência da reunião de eleição".

Houve a tentativa de alterar o endereço da videoconferência, mas a invasão persistiu. Os usuários invasores tumultuaram os espaços com ruídos, músicas e exibição de vídeos, o que inviabilizou a continuidade dos trabalhos. A Mesa Diretora do CMJ deliberou suspender a eleição.

O CMJ deve propor, fiscalizar e participar de ações de políticas públicas para a juventude. Também deve fiscalizar e exigir o cumprimento da legislação que assegure os direitos dos jovens.

O Conselho também pode propor, analisar e desenvolver estudos e pesquisas relativas à juventude, participar de seminários, cursos, congressos, festivais e eventos relativos à juventude e propor a criação de canais de participação popular. Ainda cabe ao CMJ gerir a aplicação de recursos do Fundo Municipal da Juventude.

Jornal Midiamax