A Defesa Civil emitiu, nesta quarta-feira (20), um novo alerta para possibilidade de chuvas intensas em na semana. A previsão do tempo, para os próximos dias, é de manutenção das áreas de instabilidades em Mato Grosso do Sul, o que deve provocar ainda mais chuvas em todo o Estado. Além de Nioaque, que está em situação de emergência, três cidades estão sendo monitoradas pelo volume de : Coxim, Miranda e Bonito.

O comunicado ressalta atenção e alertando, em especial, as famílias ribeirinhas. O subtenente Antunes orienta que se a água começar a invadir a residência é importante buscar abrigo imediatamente e entrar em contato com a Defesa Civil municipal.

O município de Corumbá, por exemplo, já registrou três vezes mais volume de chuva do que o esperado para o mês que era de 145,4mm. Nesta terça-feira (19) Nioaque registrou, 510 milímetros em apenas quatro dias. Ruas da cidade ficaram alagadas, inundadas e casas foram invadida pela enxurrada. Cerca de 60 famílias foram desabrigadas.

Ainda conforme o prefeito, o nível do Rio Nioaque já baixou cerca de 5 metros. Porém, a cidade continua em alerta. “As equipes da prefeitura estão nas ruas levantando se houve mais estragos. Mas o solo está encharcado e há previsão de mais chuva”, completou.

As quatro cidades são cortadas por rios e têm histórico de alagamentos devido às cheias e, por isso, o governo monitora esses locais. Já foi emitido alerta para a população que reside em locais próximos aos rios.

O Estado possui serviço para envio de alertas de desastres naturais. Os moradores interessados em receber mensagens podem solicitar o aviso enviando mensagem de texto para o número 40199 com o CEP da residência.