As 38 casas geriátricas particulares de já estão enviando termo de responsabilidade para as famílias autorizarem a ção nos idosos moradores esses locais.

Conforme informações obtidas pelo Jornal Midiamax, os proprietários das casas de repouso receberam comunicado da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) pedindo para repassarem a relação de idosos e funcionários. Porém, o município garante apenas a imunização dos idosos.

Assim, os responsáveis pelos idosos institucionalizados (que estão nesses locais), começaram a receber um termo de responsabilidade, feito pelas próprias residências geriátricas, para autorizar que o morador receba a imunização para .

Como será a vacinação da Covid-19 em Campo Grande?

Conforme informado pelo secretário municipal de Saúde, José Mauro, ao Jornal Midiamax, neste primeiro momento, devido à baixa quantidade de doses que o município receberá, serão imunizados profissionais da linha de frente da saúde, indígenas e idosos institucionalizados.

“Durante a semana, equipes volantes da Sesau vão percorrer esses locais para imunizar esse público”, informou.

Num segundo momento, haverá aplicação da vacina em todas as unidades de saúde, que funcionarão com horário estendido, além da implantação de um polo no Ginásio do Guanandizão, que poderá imunizar cerca de 2,5 mil pessoas por dia. Além disso, está prevista a aplicação via drive-thru.

Distribuição da vacina em MS

Nesta segunda-feira (18) chega a MS remessa com 158 mil doses da vacina, para imunizar cerca de 79 mil pessoas em todo o Estado.

A distribuição das vacinas para Covid-19 começa às 7h de terça-feira (19) em , informou o governo estadual. As 158 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde chegam entre 13h e 14h desta segunda-feira (18) em Campo Grande.

Conforme o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, Coronel Marcello Fraiha, a previsão é de que a distribuição seja finalizada em 24h, “para que na quarta-feira, às 10h, possamos iniciar a campanha nacional de imunização”, informou.

A logística de distribuição envolverá todas as forças de segurança de MS. “Serão 8 viaturas dos bombeiros, 7 da PM (polícia Militar), 7 da PC (Polícia Civil) e mais duas viaturas em escolta aos caminhões da coordenadoria [que estarão com as vacinas]”, explicou.