Cotidiano

Vacinação em MS começa no HR e equipes vão percorrer unidades de saúde em Campo Grande

A vacinação para Covid-19 começa nesta segunda-feira (18) em Campo Grande no Hospital Regional, unidade que é referência do SUS para tratamento dos pacientes com a doença em Mato Grosso do Sul. O ato simbólico irá marcar o início da vacinação em Campo Grande. Com o ato marcado para às 17h, a Sesau (Secretaria Municipal […]

Gabriel Maymone Publicado em 18/01/2021, às 10h04 - Atualizado às 17h39

HRMS (Divulgação)
HRMS (Divulgação) - HRMS (Divulgação)

A vacinação para Covid-19 começa nesta segunda-feira (18) em Campo Grande no Hospital Regional, unidade que é referência do SUS para tratamento dos pacientes com a doença em Mato Grosso do Sul.

O ato simbólico irá marcar o início da vacinação em Campo Grande. Com o ato marcado para às 17h, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) planeja imunizar uma pessoa de cada grupo: idoso do Asilo São João Bosco, indígena e um funcionário do hospital. Os nomes dos primeiros a serem imunizados ainda não foram definidos.

Porém, devido à pequena quantidade de doses que o município irá receber, a vacinação começará pelos profissionais da linha de frente da saúde. “Uma equipe volante irá percorrer hospitais, UPAs [Unidades de Pronto Atendimento] e asilos, mas depende da quantidade de doses que vai chegar”, explicou o secretário municipal de Saúde, José Mauro, completando que a prioridade são os profissionais de saúde.

As informações sobre a quantidade de doses ainda estão desencontradas. Inicialmente estavam previstas 97 mil doses para todo o Estado, já contando com as duas doses por pessoa. Depois, o Ministério da Saúde chegou a divulgar uma tabela informando que levaria cerca de 160 mil doses para o Estado.

Está ansioso pela vacina? Confira as etapas previstas da imunização em MS

Como será a vacinação?

Nesta primeira fase, devido à pequena quantidade de doses – 6 milhões para todo o país, os primeiros a serem vacinados serão profissionais da saúde. Depois, provavelmente em fevereiro, o governo federal aumentará a distribuição para cerca de 30 milhões de doses. Nessa segunda etapa, idosos a partir de 75 anos também começam a ser imunizados.

A Sesau ainda aguarda a confirmação das quantidades que Campo Grande irá receber para definir a estratégia, mas já foi confirmada a instalação de um polo de vacinação no Ginásio do Guanandizão, com capacidade de vacinar 2,5 mil pessoas por dia.

Além disso, o secretário informou que haverá vacinas nas unidades de saúde, que funcionarão com horário estendido, além de drives-thrus. “Vamos divulgar todos os detalhes amanhã, até o final do dia”, concluiu.

Jornal Midiamax