Cotidiano

Avança proposta de piso nacional de R$ 4,7 mil para enfermeiros e R$ 3,3 mil para técnicos

Texto segue para apreciação na Câmara Federal

Gabriel Maymone Publicado em 25/11/2021, às 12h45

Categoria ainda não tem piso estipulado por legislação
Categoria ainda não tem piso estipulado por legislação - Divulgação

O Senado aprovou projeto que estabelece piso nacional de R$ 4.750 para enfermeiros na sessão desta quarta-feira (24). Agora, a proposta segue para análise na Câmara Federal para, depois, ir à sanção presidencial.

Atualmente, não há legislação que estipule um piso nacional para a categoria e o projeto de Lei acrescenta dispositivos em uma lei de 1986, que regulamenta o exercício da enfermagem no país.

A proposta estabelece um mínimo inicial para enfermeiros no valor de R$ 4.750, a ser pago nacionalmente por serviços de saúde públicos e privados, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais.

O texto também define pisos salariais para técnicos de enfermagem (R$ 3.325), auxiliares de enfermagem (R$ 2.375) e parteiras (R$ 2.375). Os valores para esses profissionais são calculados em cima do piso para enfermeiros: 70%, 50% e 50% dos R$ 4.750 previstos no projeto, respectivamente.

Conforme o texto, os pisos serão atualizados anualmente com base na inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

A proposta prevê a entrada do piso salarial em vigor imediatamente após a publicação, sendo assegurada a manutenção das remunerações e salários vigentes superiores ao piso.

Jornal Midiamax