A mãe de Amanda Eloá Gonçalves Sorrilha, de 9 anos – morta após ser atingida por uma tora de eucalipto de uma fazenda -, fugiu do hospital, em , a 351 quilômetros de , na manhã de terça- (23). A mulher foi levada para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Conforme boletim de ocorrência, o acidente aconteceu por volta das 10 horas da manhã. A mãe de Amanda acionou os enfermeiros do da cidade relatando que a menina sofreu um acidente, pois uma tora de eucalipto caiu sobre a criança em uma região de fazenda próximo ao ‘Chorro'

Um enfermeiro do hospital acionou a informando que a menina deu entrada na unidade em óbito. Ele orientou a mãe a chamar a polícia para os procedimentos cabíveis, momento em que ela fugiu do hospital em uma picape, segundo o registro policial. 

Posteriormente, familiares de Amanda foram ao hospital e alegaram que a mãe fugiu para buscar a outra filha. A mulher foi levada para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai e o caso registrado como morte a esclarecer.