Aplicativo Estrada Viva vai permitir notificação de animais silvestres em tempo real em MS

Objetivo final é criar alternativas para a locomoção segura dos animais, evitando acidentes nas rodovias
| 17/12/2021
- 14:43
Governo pretende tornar Mato Grosso do Sul um exemplo para outros estados brasileiros
Governo pretende tornar Mato Grosso do Sul um exemplo para outros estados brasileiros - (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax)

O governador de , Reinaldo Azambuja, participou, na manhã desta sexta-feira (17), do evento de lançamento do programa Estrada Viva, que contará com uma série de iniciativas para monitorar a fauna sul-mato-grossense, além de evitar acidentes que ocasione fatalidades de animais e pessoas. Governo pretende tornar Mato Grosso do Sul um exemplo para outros Estados brasileiros.

Uma dessas iniciativas será o lançamento de um aplicativo que carregará o nome do projeto. Com lançamento previsto para março, os cidadãos terão contato direto e em tempo mínimo com pesquisadores da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e agentes do Estado para que possam atuar em locais com maior precisão.

De acordo com a coordenadora do Cadastro de Dados de Monitoramento de Fauna, Maria Fernanda Baletieri, esses dados serão de grande importância para que as autoridades e pesquisadores tenham um panorama dos atropelamentos de animais para criar planos de trabalho e avaliar se medidas já implementadas tiveram êxito.

Segundo a bióloga do Instituto Nacional de Animais Silvestres, Erika Naomi Saito, colisões com veículos são responsáveis por milhares de mortes de animais todos os anos nas rodovias, o que torna a prevenção de acidentes um assunto urgente.

Além do aplicativo, será lançado um manual com orientações para aumentar a proteção dos usuários nas rodovias e reduzir atropelamento os atropelamentos. Esse Manuel deverá ser entregue para empresas contratadas pela Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) para elaborar projetos que integrem medidas para diferentes grupos de fauna.

Com isso, os profissionais que atuam nessas empresas poderão ciar alternativas para a passagem de animais como pontes e outros, além de grades para criar desvios. Não pensando apenas na locomoção dos animais, os manuais também irão orientar para a instalação de placas para alertar motoristas.

Veja também

A prefeitura retoma recapeamento na área central nesta sexta-feira (19), em Campo Grande. As equipes...

Últimas notícias