Com o aumento de número de casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul e com os hospitais a beira do colapso, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) aumentou em dez dias, 44 leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensiva) para pacientes com Covid-19 e reduziu de 737 leitos clínicos adultos para 710.

A atualização do Mapa Hospitalar foi divulgada no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (20). Há dez dias, a SES tinha divulgado a aprovação dos leitos e agora, mudou a quantidade de vagas hospitalares para pacientes em estado mais grave.

No Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas, na semana passada eram 10 vagas em leitos clínicos adultos em UTI, agora, o número saltou para 30. 

O Hospital Municipal de Naviraí que antes não tinha leitos de UTI, abriu 5 vagas hospitalares para adultos. 

Já em Dourados, o Hospital Universitário tinha na semana passada 13 leitos de UTI e agora são 14.

A abertura de leitos de UTI também aconteceu no Hospital Regional Dr Álvaro Fontoura, em Coxim, com 5 leitos.

Também teve aumento na Fundação Hospitalar de Costa Rica, de 7 para 10 leitos de UTI adultos. 

Em Campo Grande, o Hospital do Câncer Alfredo Abrão não tinha leitos de UTI há dez dias, mas agora, disponibiliza 10 vagas. 

Porém, referência no atendimento em coronavírus, o Hospital Regional continua com 83 vagas nas unidades intensivas, assim como a Santa Casa, com 20 leitos. 

Leitos clínicos

No dia 10 deste mês, a SES divulgou 737 leitos clínicos adultos, agora, são 710, redução de 3,6%. 

Portanto, as perdas foram nos hospitais em Bandeirantes, que tinha 2 vagas; em Dourados, o Hospital Universitário tinha 19 leitos e agora apenas 5 clínicos adultos; o Hospital da Vida reduziu de 26 para 18 vagas hospitalares.