Cotidiano

Preso morre em penitenciária de MS e colegas afirmam que foi de coronavírus

A morte de um detento ocorrida neste domingo (23), por volta das 16h, pode ter sido a primeira causada pelo novo coronavírus na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), a maior do interior de Mato Grosso do Sul. Em redes sociais, detentos relatam que o rapaz estava com sintomas da Covid-19. Ele foi identificado como Felipe […]

Marcos Morandi Publicado em 24/08/2020, às 05h55 - Atualizado às 05h57

Penitenciária tem mais de 2.700 detentos. (Foto: Reprodução).
Penitenciária tem mais de 2.700 detentos. (Foto: Reprodução). - Penitenciária tem mais de 2.700 detentos. (Foto: Reprodução).

A morte de um detento ocorrida neste domingo (23), por volta das 16h, pode ter sido a primeira causada pelo novo coronavírus na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), a maior do interior de Mato Grosso do Sul.

Em redes sociais, detentos relatam que o rapaz estava com sintomas da Covid-19. Ele foi identificado como Felipe e estava no Raio 2 da penitenciária. Nesta ala da penitenciária ficam cerca de 850 internos.

A PED conta, atualmente, com mais de 2700 detentos, sendo que a capacidade oficial é de abrigar por volta de 600 detentos. A direção da penitenciária ainda não se manifestou sobre a morte do preso.

Na sexta-feira (21), após visita de representantes da OAB local, foi revelado que pelo menos 24 pessoas (entre detentos e agentes penitenciários) haviam testado positivo para o coronavírus. .

Jornal Midiamax