A taxa de ocupação global dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da macrorregião de Campo Grande chegou aos 96% de ocupação nesta terça-feira (28), segundo informações do boletim epidemiológico do novo coronavírus, fornecido pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Conforme o boletim, dos 234 leitos de UTI disponíveis na macrorregião, 41% está ocupada com pacientes confirmados com Covid-19, 7% com casos suspeitos e 48% com pacientes com outras enfermidades (veja a tabela abaixo).

Na macrorregião de Corumbá a situação também se agrava. Dos 22 leitos existentes, 82% está ocupado, sendo 46% com pacientes confirmados de Covid-19 ou casos suspeitos e 36% com pacientes com outras enfermidades. Dourados vem na sequência, com 63% da taxa de ocupação global, seguida por Três Lagoas, com 42%. Confira os detalhamentos na tabela abaixo.

Entre os leitos de UTI disponíveis na cidade de Campo Grande em si, conforme os números do boletim fornecido pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) na segunda-feira (27), a Capital tinha 134 pacientes em UTI, dos quais 71 era públicos e 124 pacientes em leitos clínicos, dos quais 61 era públicos. Havia, ainda, 3 internações nos pronto-atendimentos públicos da cidade, até às 16h daquela data.

Ocupação de UTI da macrorregião de Campo Grande chega a 96%
Foto: SES | Reprodução

Os números desta terça-feira (28) trazem que Mato Grosso do Sul já tem 22.443 casos de Covid-19, com 641 novos casos. A estatística também traz mais 9 óbitos, elevando o total de vítimas a 328 em MS. Os novos casos, incrementam a curva com crescimento de 2,9% e estão distribuídos em 51 municípios dos 79 de MS. Campo Grande segue na liderança, com 302 casos – 47,1% do total.

Apenas o município de Figueirão não apresenta, ainda, registros oficiais da Covid-19 em MS – a pandemia do novo coronavírus já está presente em 78 dos 79 municípios do Estado, o que representa 99% do território estadual. Campo Grande segue à frente em números absolutos, com 8.881 casos confirmados (39,57% do total), seguida por Dourados (4.179 casos, 18,62%), Corumbá (1.048 casos, 4,67%) e Três Lagoas (630 casos, 2,81%). Na faixa das 5 centenas de confirmados estão Bataguassu (562 confirmados, 2,5% do total) e Rio Brilhante (558 confirmados, 2,49% do total).