O levantamento divulgado pela SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) de Campo Grande mostrou que nos últimos três dias foram acolhidos 131 moradores de rua da Capital, ação que faz parte das medidas contra propagação do novo coronavírus (Covid-19).

Do total de acolhidos 55 foram para o Cetremi (Centro de Triagem do Migrante e População em Situação de Rua), 41 migrantes e imigrantes para a Escola Municipal Padre Tomaz Girardelli, 19 em situação de rua foram levados para a Escola Municipal Dr. Plinio Baarbosa Martins e 16 idosos em situação de abandono no Centro Dias.

Conforme a SAS, antes de serem acolhidos, ou seja, ainda nas ruas, eles estão sendo orientados sobre higiene e prevenção ao coronavírus. A bordagem social está sendo realizads em pontos onde costumeiramente moradores de rua costumam ficar.

No momento seguinte a equipe do SEAS (Serviço Especializado em Abordagem Social) junto com a equipe técnica da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) oferece o acolhimento institucional.

A pasta ressalta que o acolhimento é provisório e para quem aceita. Os locais foram estruturados para receber pessoas e grupos familiares respeitando a privacidade de cada um.

Além da estrutura montada para pessoas o acolhimento com colchões, lençóis e chuveiro quente, os locais contam também com fornecimento 4 refeições por dia, acompanhamento médico e socioassistencial.

Também nos locais fica uma equipe técnica de profissionais que acompanham o local diariamente, com cuidadores sociais, uma coordenação, que propiciam atividades durante todo o dia para que ninguém caia na rotina.

Confira os locais de acolhimento, de acordo com a assessoria da SAS:

  • CETREMI – Centro de Triagem do Migrante e População em Situação de Rua (Endereço: Rua Jornalista Marcos Fernandes, S/Nº Jardim Veraneio / Parque dos Poderes) → vai atender os casos mais graves e pessoas adictas (capacidade de atender até 60 pessoas)
  • Escola Municipal Pe. Tomaz Ghirardelli (Endereço: Rua Lucia dos Santos nº 578 – Bairro Dom Antônio Barbosa) → capacidade de atender até 60 pessoas, vai atender migrante e imigrante (homens mulheres e famílias)
  • Centro Dia – exclusivo para idosos
  • Escola Municipal Doutor Plínio Barbosa Martins (Endereço: Rua São Pio de Pietrelcina, 430 – Jardim das Macaúbas) → capacidade de atender até 60 pessoas, vai atender população em situação de rua de Campo Grande.