Cotidiano

Detran-MS esvazia pátio de motos apreendidas e sucatas vão a leilão

O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) removeu nesta terça-feira (9) a última moto que estava no pátio de apreensão da sede do departamento, em Campo Grande, após dois anos de superlotação. Os itens removidos foram leiloados. O local estava lotado com 4 mil motocicletas apreendidas, e em março desde ano, […]

Karina Campos Publicado em 09/06/2020, às 16h34 - Atualizado em 10/06/2020, às 07h27

Última moto foi removida nesta terça-feira (9). (Foto: Divulgação)
Última moto foi removida nesta terça-feira (9). (Foto: Divulgação) - Última moto foi removida nesta terça-feira (9). (Foto: Divulgação)

O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) removeu nesta terça-feira (9) a última moto que estava no pátio de apreensão da sede do departamento, em Campo Grande, após dois anos de superlotação. Os itens removidos foram leiloados.

O local estava lotado com 4 mil motocicletas apreendidas, e em março desde ano, o departamento iniciou a Operação Pátio Zero. As motos foram encaminhadas para o pátio de leiloeiros credenciados. “Isso irá facilitar o fluxo de processos, auxiliar na separação dos lotes para os próximos leilões e o controle da apreensão nos pátios terceirizados”, disse.

“Já era o nosso foco assim que assumimos a diretoria e isso só comprova o empenho e dedicação da equipe, pois esvaziar os pátios do Departamento não se trata apenas de leilões e sim uma questão de saúde pública, uma vez que os veículos parados podem se tornar focos de dengue”, concluiu o diretor-presidente, Rudel Trindade.

O departamento já divulgou a preparação de dois leilões com veículos de circulação. Os certames serão abertos nos próximos dias.

Jornal Midiamax