Decreto divulgado nesta quinta-feira (21) prorroga até 30 de junho a suspensão das aulas presenciais nas escolas municipais de . A secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, disse em 15 de maio que as aulas na Reme (Rede Municipal de Educação) continuariam suspensas, restando apenas a oficialização.

Segundo o texto publicado hoje, a medida considera ações de enfrentamento à situação de emergência em saúde pública, provocada pela pandemia de (Covid-19). Entre os locais que foram fechados desde março, instituições de ensino são praticamente as únicas sem autorização para retorno, justamente porque ser um dos lugares com maior concentração de pessoas.

A Prefeitura de Campo Grande leva em conta, ainda, portaria do e decretos municipais ‘a fim de evitar a disseminação da Covid-19' na cidade. O decreto segue também medida do Governo de Mato Grosso do Sul, que suspendeu as aulas da rede estadual de ensino até 30 de junho.

Situação de Mato Grosso do Sul

O boletim divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) nesta quinta-feira aponta que Mato Grosso do Sul totalizou, às 10 horas desta manhã, 746 casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com o secretário , são 53 positivos a mais nas últimas 24h.

Mesmo que Mato Grosso do Sul seja o Estado brasileiro com menor incidência de casos, é preciso seguir atento, mantendo distância social, lavando as mãos constantemente e usando máscaras nas ruas. Sempre que possível, é preferível ficar em casa porque cerca de 60% dos portadores do Covid-19 não tem nenhum sintoma, mas podem contaminar outras pessoas, principalmente idosos, complicando a saúde dos mais vulneráveis, que podem chegar a óbito após serem contaminados.