Ecoponto no Jardim Noroeste começa a funcionar para descarte de entulho

O segundo Ecoponto de Campo Grande foi inaugurado nesta sexta-feira (31) no Jardim Noroeste. No local, moradores podem descartar no local resíduos eletroeletrônicos, eletrodomésticos, móveis inutilizáveis, restos de galhos e podas e entulhos da construção civil, de até 1 metro cúbico. O espaço também conta com local de entrega voluntária para resíduos recicláveis secos, como […]
| 31/08/2018
- 15:55
Ecoponto no Jardim Noroeste começa a funcionar para descarte de entulho

O segundo Ecoponto de Campo Grande foi inaugurado nesta sexta-feira (31) no . No local, moradores podem descartar no local resíduos eletroeletrônicos, eletrodomésticos, móveis inutilizáveis, restos de galhos e podas e entulhos da construção civil, de até 1 metro cúbico.

O espaço também conta com local de entrega voluntária para resíduos recicláveis secos, como papéis, vidros, metais e plásticos. O local funciona de segunda a sábado de 8h às 18h.

Seguindo o contrato de concessão da coleta de lixo, o Ecoponto Noroeste é gerenciado pela Soluções Ambientais e visa incentivar a destinação correta de resíduos recicláveis, além de criar mais uma opção para colaborar com a destinação correta dos materiais.

“Cada pessoa é responsável pelo descarte do seu resíduo de forma e no local adequado”, diz o secretário municipal de meio ambiente, Luis Eduardo Costa. Ele alerta que jogar entulhos em ruas ou terrenos baldios é crime ambiental, mas reconhece que é “difícil de pegar” os infratores.

A cidade já possui um Ecoponto no Jardim Panamá, que segundo Luis Costa tem tido “sucesso” em seus resultados. Em seis meses, foram coletadas 650 toneladas de resíduos. São 35 entregas por dia.

Os próximos pontos de coleta serão no bairro Nova Lima, depois no União e por último no Lageado.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) esteve na inauguração e disse que o Ecoponto é uma obrigação contratual que deveriam ser colocados em prática há 4 anos, porém, nunca foi cobrado da Solurb.

“Contrato é para obedecer. Está no contrato e tem que cumprir. Paga-se um custo alto”, discursou Marquinhos.

Ecoponto no Jardim Noroeste começa a funcionar para descarte de entulho
(Imagem: Divulgação | PMCG)

Veja também

A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) oferece 1.198 vagas de emprego...

Últimas notícias