Cotidiano

Com mais de 40 pessoas para ser atendida UPA Nova Bahia precisa de reforço

 Durante a tarde desta sexta-feira (13) a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Nova Bahia enfrentou dificuldades no atendimento. Uma moradora, de 76 anos, aguarda para ser atendida desde às 11h da manhã com fraqueza e vômito, sem comer ainda aguarda atendimento.  Segundo informações da filha, de 20 anos, elas entraram em contato com a ouvidoria […]

Nathalia Pelzl Publicado em 13/07/2018, às 17h53 - Atualizado em 14/07/2018, às 06h31

None

Durante a tarde desta sexta-feira (13) a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Nova Bahia enfrentou dificuldades no atendimento. Uma moradora, de 76 anos, aguarda para ser atendida desde às 11h da manhã com fraqueza e vômito, sem comer ainda aguarda atendimento. 

Segundo informações da filha, de 20 anos, elas entraram em contato com a ouvidoria do SUS (Sistema Único de Saúde) tendo recebido a informação de que teria apenas três médicos no local, sendo um para cada classificação de risco, no local mais de 40 pessoas aguardam para ser atendida.

É a segunda vez que a idosa procura atendimento médico na UPA essa semana, de acordo com a filha, no dia anterior a mãe ficou mais de 9h para conseguir atendimento, sem o resultado dos exames, elas não sabem o que poderia estar causando o mal-estar.

Em conversa com a família, o médico plantonista informou que já havia sido solicitado reforço para Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). Na reclamação da ouvidoria a idosa foi ‘aconselhada’ que se quisesse atendimento rápido teria que se deslocar para outra unidade de saúde.

SESAU

Nossa equipe entrou em contato com a Sesau que informou estar mandando uma equipe móvel com mais 3 médicos para suprir

Jornal Midiamax