Com dezembro mais quente desde 2006, MS registra sensação térmica de até 43,4°C

Com uma temperatura máxima de 38,4°C, a sensação térmica em Mato Grosso do Sul chegou a 43,4°C nesta segunda-feira (17), de acordo com o meteorologista Natálio Abrahão Filho.  Água Clara, a 192 quilômetros de Campo Grande, foi a cidade que registrou a maior temperatura e sensação térmica. Também nesta segunda, Ivinhema registrou 38,2°C com sensação […]
| 18/12/2018
- 01:12
Com dezembro mais quente desde 2006, MS registra sensação térmica de até 43,4°C

Com uma temperatura máxima de 38,4°C, a sensação térmica em Mato Grosso do Sul chegou a 43,4°C nesta segunda-feira (17), de acordo com o meteorologista Natálio Abrahão Filho.  Água Clara, a 192 quilômetros de Campo Grande, foi a cidade que registrou a maior temperatura e sensação térmica.

Também nesta segunda, Ivinhema registrou 38,2°C com sensação de 43,1°C, Porto Murtinho teve a mesma máxima e sensação térmica e em Três Lagoas, a máxima foi de 38,1°C com sensação de 43,1°C. Já na Capital, o teve seu ápice com 35,1°C e sensação de 39,1°C.

Ainda segundo a meteorologia, vinte e três municípios tiveram sensação térmica acima de 40 graus. Este é o dezembro mais quente desde 2006 e o dezembro mais seco, pois o esperado são 205,0mm e houve somente 25,0mm de de média no estado.

Também é necessário a utilização de protetor solar, já que nesta segunda, Mato Grosso do Sul entrou em alerta devido a raios ultravioleta máximos, entre as 13h e as 14h30, já que não houve temperatura abaixo de 31°C no estado.

Mesmo com a possibilidade de pancadas de chuvas isoladas, a previsão indica que as temperaturas devem continuar muito elevadas pelo menos até sexta-feira (21).

Veja também

O pequeno Rafael, de 5 anos, necessita de um ventilador mecânico para sair do Hospital...

Últimas notícias