Termos usados causam ‘mal-estar’ entre professores da SED e palestrante

Encontro segue nesta quarta-feira
| 26/04/2017
- 20:13
Termos usados causam ‘mal-estar’ entre professores da SED e palestrante

Encontro segue nesta quarta-feira

Uma capacitação de professores da SED (Secretaria Estadual de Ensino) teve momentos de ‘mal-estar’ na última terça-feira (25), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande. Alguns educadores não concordaram com as colocações do palestrante, o professor emérito da UNB (Universidade de Brasília) Pedro Demo.

Por meio de depoimentos e áudios compartilhados no WhatsApp, os educadores criticaram o modo com que foram tratados pelo professor, que apresentou “as propostas e as possibilidades de trabalho no educar pela pesquisa”. Os professores firmaram que o palestrante “Jogou no lixo tudo o que fazem” e afirmaram que Demo afirmou que “a gente não sabe ensinar”, em alusão ao método de ensino no Estado.

Os educadores da SED disseram que o palestrante foi questionado como colocar em prática o que falava em uma sala de aula com 45 alunos. “Quem não quer aprender, fica na sua”, teria dito o professor da UNB. Com isso, alguns dos educadores se retiraram da sala.

O Jornal Midiamax questionou a SED sobre o que ocorreu, mas não houve resposta sobre o episódio em questão. Em pesquisa ao DOE (Diário Oficial do Estado), consta que para palestrar na capacitação, houve empenho de R$ 10.950,00. Já a passagem, custou R$ 1221.28 ida e volta para Brasília.

A SED forneceu apenas dados sobre a capacitação: Teia dos Saberes (Leia a resposta na íntegra)

A Secretaria de Estado de Educação (SED) valoriza seus profissionais, investe em conhecimento e promove frequentes formações continuadas, buscando alternativas e novas metodologias para melhorar a qualidade da educação de Mato Grosso do Sul.

Nesta perspectiva, a SED realiza, desde 2015, a Teia da Educação, com objetivo de capacitar e promover o diálogo com os mais de 20 mil servidores da Rede Estadual de Ensino.

Este ano, a Teia da Educação, direcionada à professores e coordenadores pedagógicos, tem como tema “Educar pela Pesquisa” e propõe a aproximação da prática pedagógica com foco na Escola da Autoria, no protagonismo juvenil e na educação por meio da pesquisa, visando à formação do estudante como autor de seu próprio conhecimento.

O evento conta com palestras da secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta; do professor doutor emérito da Universidade de Brasília (UnB), Pedro Demo; e do professor José Gomes, da Escola Estadual Waldemir Barros da Silva, uma das pioneiras como Escola da Autoria.

Em sua fala, Pedro Demo provoca a reflexão da prática pedagógica do professor e sua atuação em sala de aula, e propõe novas perspectivas de trabalho que o leve a ser autor, cientista e pesquisador, tornando-se copartícipe da construção do conhecimento.

“O professor Pedro Demo desconstrói o que a gente acredita, para que possamos refazer a caminhada do professor em relação à aprendizagem dos estudantes”, reforça Maria Cecilia.

Veja também

Últimas notícias