Pela primeira vez, coordenador indígena é escolhido por meio do voto

Seis candidatos concorreram ao cargo
| 13/04/2017
- 02:38
Pela primeira vez, coordenador indígena é escolhido por meio do voto

Seis candidatos concorreram ao cargo

O Ivan dos Santos, da Aldeia Jardim Inápolis, foi eleito nesta quarta-feira (12) o novo coordenador da Coordenadoria da Comunidade Indígena de Campo Grande, vinculada a Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos. Pela primeira vez na história de Campo Grande, a representatividade desse povo junto ao Executivo Municipal aconteceu pelo processo democrático da votação. Seis candidatos concorreram ao cargo.

Tiveram direito ao voto os caciques das onze aldeias de Campo Grande, assim como os presidentes das associações indígenas e os conselhos. Até o ano passado, a escolha do coordenador indígena era feito por meio de indicação pessoal do prefeito.

Ivan comemorou a vitória garantindo unidade com a população indígena da Capital. “Nosso povo está muito sofrido e a partir de agora falaremos uma linguagem única, pois esse processo nos permitiu uma organização e nos aproximamos para buscar o mesmo objetivo. Vamos trabalhar juntos para ter voz e conquistar melhores condições para nosso povo”, disse o novo coordenador.

O secretário municipal de Governo, Antônio Lacerda, reforça o compromisso da nova administração da capital, de garantir a participação da população nas decisões coletivas.

“Hoje é um marco para a história dos povos indígenas da nossa Campo Grande. Neste mês emblemático em que rendemos homenagens aos povos indígenas, conseguimos concretizar o nosso compromisso de permitir que eles escolhessem através do voto democrático o seu representante. A nossa administração respeita os indígenas como os demais cidadãos, porém, temos a consciência de que eles carregam consigo uma história maior. A coordenadoria será sem dúvida um instrumento para fortalecer suas tradições e estamos empenhados em fazer tudo o que for possível para atender fielmente as suas demandas”, disse o titular da Segov, que acompanhou a eleição.

O subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos, Ademar Vieira Junior, explicou que uma comissão eleitoral foi criada para acompanhar o processo até o dia de hoje. “Houve uma comissão com representantes das aldeias, que nos ajudaram a construir esse processo para escolha do coordenador. Agora vamos começar a trabalhar em cima de projetos que contribuam para que as políticas públicas sejam voltadas para os indígenas na mesma proporção que os demais grupos. Faltava essa definição do nome que os representaria e agora, já escolhido através deles mesmos, vamos acelerar o nosso trabalho e certamente avançar cada vez mais na busca da igualdade e em defesa dos direitos de todos os povos da nossa Capital”, ressaltou.

Atualmente, a população indígena no Brasil chega a quase um milhão de habitantes, sendo que Campo Grande é a Capital que possui a maior população indígena vivendo em área urbana, proporcional ao número de habitantes.

Veja também

Últimas notícias